Pedro Sampaio terá como foco as disputas em solo nacional na temporada 2016. O objetivo do piloto de motovelocidade é colocar em prática toda a experiência adquirida em 2015 no Europeu de SuperStock 600, campeonato que pelo último ano fez parte das programações do Mundial de Superbike da FIM (Federação Internacional de Motociclismo). Apontado como um dos principais nomes da nova geração da motovelocidade brasileira, o gaúcho está em fase de captação de patrocínios e mostra muito otimismo para 2016. 
“Cheguei a um novo patamar e estou me sentindo muito bem e confiante para 2016. Aprendi muito durante a temporada na Europa e pretendo estar na disputa direta por títulos em solo nacional”, explicou Sampaio, que completa 18 anos no dia 24 de novembro e mora em Bento Gonçalves (RS). 
 
O piloto irá competir na categoria para motocicletas de 600 cilindradas a bordo da Yamaha YZF-R6. Ele estará no grid de todas as etapas do GP Gaúcho de Motovelocidade e de um campeonato de expressão nacional, a ser definido em conjunto com os patrocinadores da temporada 2016. 
“Antes de ir para a Europa, fui vice-campeão brasileiro da GP 600 em 2014. Vou fazer o melhor para conquistar a taça inédita, assim como o título gaúcho”, continuou Sampaio. Ele foi campeão brasileiro pela categoria GPR 250cc em 2013 e possui no currículo o pentacampeonato gaúcho (dois títulos na classe GP 600, em 2014 e 2013; um na 300cc, em 2012; e outros dois na 125cc, em 2010 e 2009). 
Além do grande potencial nas pistas, Sampaio possui uma série de qualidades fundamentais para garantir o retorno positivo dos patrocinadores e apoiadores. O gaúcho é um competidor leal, que nunca foi penalizado nas competições nacionais e internacionais, e ainda tem facilidade na comunicação com os fãs, parceiros e jornalistas. 
Ele domina o inglês e o francês e está sempre conectado às suas páginas nas redes sociais, onde publica novidades e fotos de pista e de bastidores durante os desafios. Sampaio também tem canal direto de comunicação com a imprensa nacional e especializada, por meio da assessoria Mundo Press. Outro ponto positivo do atleta é a grande dedicação ao esporte, por meio de muita disciplina nos treinos de pilotagem e físicos, que contam com um personal trainer exclusivo. 
2007 – Campeão Gaúcho – Categoria 150cc Escola
2008 – Campeão Gaúcho – Categoria 150cc Escola
2009 – 4º lugar no Brasileiro de Motovelocidade – 125cc
2010 – 3º lugar no Brasileiro de Motovelocidade – 125cc
2011 – 8º lugar no GP Gaúcho de Motovelocidade – 300cc (ano marcado por duas lesões no braço direito, portanto o piloto não participou da maioria das etapas) 
2011 – 4º lugar na Copa Mercosul de El Pinar, Uruguai – Categoria 250/300cc
2012 – 2º Lugar no Campeonato Summer Racing – Categoria CB 300 (competição formada por três etapas)
2012 – Vice-campeão Brasileiro – Copa Honda CB 300 
2012 – Campeão Gaúcho – Categoria CB 300 
2013 – Campeão Brasileiro – Categoria GPR 250cc
2013 – Campeão Gaúcho – Categoria GP 600
2014 – Campeão Gaúcho – Categoria GP 600
2014 – Vice-campeão Brasileiro – Categoria GP 600
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Suzuki Jimny vem com novidades na linha 2022

Disponível em quatro versões, SUV traz atualizações estéticas e mantém o mesmo DNA 4×…