Empresas chinesas estão interessadas em retomar o projeto do trem-bala brasileiro que ligaria os Estados de São Paulo ao Rio de Janeiro. A informação foi dada essa semana pelo embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang, em reunião com o presidente em exercício Michel Temer. 
Para que o projeto seja viabilizado, as projeções apontam para a necessidade de investimentos da ordem de R$ 85 bilhões. Desse valor, R$ 35 bilhões seriam custeados pelo governo e R$ 50 bilhões pelas empresas chinesas. 
O presidente interino, Michel Temer, também foi convidado a conhecer o trem-bala que liga as cidades de Xangai a Hangzhou, na China. O percurso de 202 quilômetros é feito em 45 minutos com o trem atingindo a velocidade máxima de 356 km/h.
 
Histórico
O projeto do trem-bala brasileiro foi apresentado em 2009, no governo do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Movido a energia elétrica, ele percorreria 518 quilômetros e faria uma viagem entre Rio de Janeiro e São Paulo em cerca de uma hora e meia. Seu orçamento inicial girou em torno de US$ 11 bilhões, cerca de R$ 25 bilhões na época. A expectativa era que o trem chegasse a 285 km/h de média, com capacidade para 546 passageiros.
 
Fonte: Agência CNT de Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

GM apresenta sua primeira picape 100% elétrica

HUMMER EV conta com potência estimada de 1.000 cv, baterias Ultium com autonomia superior …