Quem financiou a aquisição de caminhões e implementos rodoviários por meio dos programas Procaminhoneiro e PSI (Programa de Sustentação do Investimento) do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) já pode renegociar parte da dívida.
A possibilidade vale para contratos assinados até 31 de dezembro de 2014 e o pedido deve ser feito junto a instituições financeiras credenciadas pelo BNDES. 
Conforme circular publicada pelo Banco, têm acesso ao refinanciamento pessoas físicas do segmento do transporte rodoviário de cargas com receita bruta de até R$ 2,4 milhões.
Podem ser renegociadas as 12 primeiras parcelas de amortização com vencimento a partir da formalização da operação de refinanciamento pelo BNDES; ou as parcelas de amortização restantes com vencimento a partir da formalização da operação de refinanciamento, se em número menor que 12.
Será concedida uma nova carência de um ano a partir da formalização da operação de refinanciamento. A soma das parcelas de amortização renegociadas formará um novo saldo devedor, que será deduzido do saldo devedor do contrato original. A taxa de juros incidente será igual à do contrato original ou de 6% ao ano, a que for maior.
 
Fonte: Agência CNT de Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

BMW do Brasil disponibiliza abertura de porta pelo celular e smartwatch para Z4 e Série 1 M135i

BMW Digital Key para iPhone permite que os clientes da marca consigam abrir o carro pelo s…