\"\"

 
A Ducati do Brasil comemora o sucesso de um dos modelos mais cobiçados de seu portfólio. A 1199 Panigale, Moto do Ano – Categoria Sport 2014, respondeu bem à estratégia de nacionalização da produção e despontou em vendas nos meses de novembro e dezembro de 2014. Só no mês de dezembro, foram 45 unidades emplacadas. No acumulado do ano, superou a marca de mais de 200 unidades registradas, juntando-se ao bom desempenho de vendas da Monster 796, da Diavel e da Multistrada 1200.
 
O premiado modelo também conquistou o primeiro lugar entre as motocicletas mais vendidas no segmento Supersport – esportiva acima de 1.000 cilindradas – durante o mês de dezembro, após bom resultado registrado também no mês anterior, de acordo com dados da Fenabrave. Isso reflete o perfil de usuários que buscam na 1199 Panigale uma motocicleta para passeio em ruas e/ou estradas, testando o limite no ambiente controlado de pista.
 
Desde 2013, a Ducati tem olhado de maneira especial para o Brasil e a produção de seu modelo top de linha no país – agosto de 2014 – mostra o comprometimento da companhia com esse mercado, incluindo a montagem da edição limitada 1199 Panigale S Senna. “Trata-se de um dos cinco maiores mercados do mundo para os nossos negócios. Por isso, não poupamos esforços para a produção local da 1199 Panigale, um verdadeiro ícone em alta tecnologia e design. Temos orgulho de produzir aqui uma motocicleta tão avançada e tão premiada”, afirma Ricardo Susini, diretor geral da Ducati no Brasil.
 
Atualmente, a 1199 Panigale corresponde a 20% das vendas da Ducati no Brasil. A Monster continua liderando as vendas. “Todo esse movimento mostra a força da Ducati no segmento premium e consolida a 1199 Panigale como uma das motocicletas mais desejadas entre os fãs brasileiros”, finaliza o executivo.
 
Sonho de consumo
 
\"\"
 
A 1199 Panigale foi a primeira a receber o prestigiado prêmio de design italiano concedido pela ADI (Associação de Desenho Industrial), tornando-se parte do “Compasso d´Oro Collection”, reconhecido pelo Ministério do Patrimônio e Atividades Culturais da Itália como um item de interesse histórico e cultural. Recorrente ganhadora em todo o mundo dos mais importantes prêmios na sua categoria, já no Brasil, foi eleita pela imprensa especializada a Moto do Ano em seu segmento, alcançando também o maior índice de satisfação dos proprietários em pesquisa por importante veículo do setor.
 
A motocicleta é equipada com o motor Superquadro de 195 cv, integrado ao chassi monocoque. O design inconfundível foi otimizado pelos mais exclusivos componentes, aliados com uma eletrônica de última geração que libera toda a potência do modelo, refinando a precisão no momento da condução e gerando algo admirável entre todas as motocicletas no mundo todo: a relação potência-peso de 1,19 HP/kg.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fórmula E: Di Grassi: “Somente com inovação e tecnologia alcançaremos um futuro com zero carbono”

Lucas Di Grassi, piloto da ABB FIA Fórmula E, tem um grande compromisso com o futuro do pl…