A dupla da Citroën Kris Meeke/Paul Nagle mostrou velocidade na prova australiana do Campeonato Mundial de Rali, o WRC. Apesar de uma punição de 61 segundos por ter cortado caminho em uma curva (e que impediu que disputassem um lugar no pódio), piloto e navegador obtiveram a quarta posição, resultado importante para a Citroën manter-se na vice-liderança entre os construtores.
 
Depois da punição, o britânico Meeke ainda venceu uma especial, a 17ª, no domingo, 14 de setembro, e conquistou um ponto extra por ter sido o terceiro mais veloz do 20º e último trecho cronometrado.
 
“É um sentimento um pouco estranho”, disse o piloto. “Para ser honesto, apesar da quarta posição e da punição, acho que foi meu desempenho mais forte nesta temporada. Seb e Jari ainda estão fora do alcance. Na Finlândia, na Alemanha e aqui na Austrália, pudemos lutar no pelotão da frente. Esta é minha primeira temporada completa no WRC, mas me sinto cada vez mais forte. Vamos manter o bom momento no Rali da França.”
 
\"\"
 
O outro piloto da Citroën, Mads Ostberg, foi o 16º colocado após uma etapa complicada para ele e Jonas Andersson, seu navegador: “Foi um fim de semana duro para nós, mas melhoramos a cada especial completada. Pudemos mostrar nossa velocidade e defender nossa posição, ameaçada por Hayden Paddon. Infelizmente, danificamos um braço da suspensão traseira no penúltimo estádio. Pudemos repará-lo a fim de terminar a prova, mas tivemos azar. Vamos agora mudar nosso foco para a França, evento caseiro da Citroën”.
 
O chefe de equipe da Citroën Racing, Yves Matton, disse que o resultado normal teria sido um pódio para Meeke. “Vimos que Kris era capaz de marcar alguns tempos muito bons sem realmente apertar o ritmo hoje. Ele tinha potencial para terminar o rali apenas cerca de trinta segundos atrás do vencedor”, declarou. “Mads teve mais dificuldades no começo da prova, mas mostrou ter habilidade para melhorar e se aproximar dos tempos de Kris. Ele tem o talento necessário, mas ainda precisa encontrar um pouco mais de confiança.”
 
O rali francês, antepenúltima etapa da temporada 2014, será realizado de 3 a 5 de outubro.
 
O Rali da Austrália:
1º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Volkswagen Polo R WRC), 2h53:18.0
2º Jari-Matti Latvala/Miikka Anttila (Volkswagen Polo R WRC), a 6.8
3º Andreas Mikkelsen/Ola Floene (Volkswagen Polo R WRC), a 1:18.0
4º Kris Meeke/Paul Nagle (Citroën DS3 WRC), a 1.44.0
5º Mikko Hirvonen/Jarmo Lehtinen (Ford Fiesta RS WRC), a 1:53.6
6º Hayden Paddon/John Kennard (Hyundai i20 WRC), a 2:56.2
7º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 WRC), a 4:28.2
8º Elfyn Evans/Daniel Barritt (Ford Fiesta RS WRC), a 5:10.0
9º Robert Kubica/Maciej Szczepaniak (Ford Fiesta RS WRC), a 6:39.8
10º Chris Atkinson/Stéphane Prévot (Hyundai i20 WRC), a 9:29.4
16º Mads Ostberg/Jonas Andersson (Citroën DS3 WRC), a 19:34.8
 
Mundial de Pilotos:
1º Sébastien Ogier, 214 pontos
2º Jari-Matti Latvala, 164 pontos
3º Andreas Mikkelsen, 125 pontos
4º Mikko Hirvonen, 83 pontos
5º Thierry Neuville, 79 pontos
6º Mads Ostberg, 74 pontos
7º Kris Meeke, 67 pontos
8º Elfyn Evans, 61 pontos
 
Mundial de Construtores:
1º Volkswagen Motorsport, 348 pontos
2º Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team, 154 pontos
3º M-Sport World Rally Team, 146 pontos
4º Hyundai Shell World Rally Team, 141 pontos
5º Volkswagen Motorsport II, 109 pontos
6º Jipocar Czech National Team, 40 pontos
7º RK M-Sport World Rally Team, 25 pontos
8º Hyundai Motorsport N ,22 pontos
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A dupla da Citroën Kris Meeke/Paul Nagle mostrou velocidade na prova australiana do Campeonato Mundial de Rali, o WRC. Apesar de uma punição de 61 segundos por ter cortado caminho em uma curva (e que impediu que disputassem um lugar no pódio), piloto e navegador obtiveram a quarta posição, resultado importante para a Citroën manter-se na vice-liderança entre os construtores.
 
Depois da punição, o britânico Meeke ainda venceu uma especial, a 17ª, no domingo, 14 de setembro, e conquistou um ponto extra por ter sido o terceiro mais veloz do 20º e último trecho cronometrado.
 
“É um sentimento um pouco estranho”, disse o piloto. “Para ser honesto, apesar da quarta posição e da punição, acho que foi meu desempenho mais forte nesta temporada. Seb e Jari ainda estão fora do alcance. Na Finlândia, na Alemanha e aqui na Austrália, pudemos lutar no pelotão da frente. Esta é minha primeira temporada completa no WRC, mas me sinto cada vez mais forte. Vamos manter o bom momento no Rali da França.”
 
\"\"
 
O outro piloto da Citroën, Mads Ostberg, foi o 16º colocado após uma etapa complicada para ele e Jonas Andersson, seu navegador: “Foi um fim de semana duro para nós, mas melhoramos a cada especial completada. Pudemos mostrar nossa velocidade e defender nossa posição, ameaçada por Hayden Paddon. Infelizmente, danificamos um braço da suspensão traseira no penúltimo estádio. Pudemos repará-lo a fim de terminar a prova, mas tivemos azar. Vamos agora mudar nosso foco para a França, evento caseiro da Citroën”.
 
O chefe de equipe da Citroën Racing, Yves Matton, disse que o resultado normal teria sido um pódio para Meeke. “Vimos que Kris era capaz de marcar alguns tempos muito bons sem realmente apertar o ritmo hoje. Ele tinha potencial para terminar o rali apenas cerca de trinta segundos atrás do vencedor”, declarou. “Mads teve mais dificuldades no começo da prova, mas mostrou ter habilidade para melhorar e se aproximar dos tempos de Kris. Ele tem o talento necessário, mas ainda precisa encontrar um pouco mais de confiança.”
 
O rali francês, antepenúltima etapa da temporada 2014, será realizado de 3 a 5 de outubro.
 
O Rali da Austrália:
1º Sébastien Ogier/Julien Ingrassia (Volkswagen Polo R WRC), 2h53:18.0
2º Jari-Matti Latvala/Miikka Anttila (Volkswagen Polo R WRC), a 6.8
3º Andreas Mikkelsen/Ola Floene (Volkswagen Polo R WRC), a 1:18.0
4º Kris Meeke/Paul Nagle (Citroën DS3 WRC), a 1.44.0
5º Mikko Hirvonen/Jarmo Lehtinen (Ford Fiesta RS WRC), a 1:53.6
6º Hayden Paddon/John Kennard (Hyundai i20 WRC), a 2:56.2
7º Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 WRC), a 4:28.2
8º Elfyn Evans/Daniel Barritt (Ford Fiesta RS WRC), a 5:10.0
9º Robert Kubica/Maciej Szczepaniak (Ford Fiesta RS WRC), a 6:39.8
10º Chris Atkinson/Stéphane Prévot (Hyundai i20 WRC), a 9:29.4
16º Mads Ostberg/Jonas Andersson (Citroën DS3 WRC), a 19:34.8
 
Mundial de Pilotos:
1º Sébastien Ogier, 214 pontos
2º Jari-Matti Latvala, 164 pontos
3º Andreas Mikkelsen, 125 pontos
4º Mikko Hirvonen, 83 pontos
5º Thierry Neuville, 79 pontos
6º Mads Ostberg, 74 pontos
7º Kris Meeke, 67 pontos
8º Elfyn Evans, 61 pontos
 
Mundial de Construtores:
1º Volkswagen Motorsport, 348 pontos
2º Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team, 154 pontos
3º M-Sport World Rally Team, 146 pontos
4º Hyundai Shell World Rally Team, 141 pontos
5º Volkswagen Motorsport II, 109 pontos
6º Jipocar Czech National Team, 40 pontos
7º RK M-Sport World Rally Team, 25 pontos
8º Hyundai Motorsport N ,22 pontos
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

FCA premia fornecedores em 20 categorias e prevê que mercado vai acelerar recuperação

Cenário é de crescente necessidade de localização de produção de componentes e subcomponen…