\"\"

 
A partir desta sexta-feira, dia 18, a Equipe Mitsubishi Petrobras encara o Baja Aragon, na Espanha, uma das mais importantes provas do Campeonato Mundial de Rali Cross-country. Com 31 anos de tradição, a competição reúne grandes equipes e os maiores nomes do off-road.
 
"Esse rali será muito importante. Depois dos testes que fizemos na França e no Marrocos, é a vez de colocarmos tudo em prática. Nosso grande objetivo será a continuidade do desenvolvimento do ASX Racing e, desta vez, em condições reais de prova", explica o piloto Guilherme Spinelli.
 
Uma grande novidade é que, ao lado dele, estará o português Paulo Fiuza, que será o navegador de Carlos Sousa a partir do Rally do Marrocos, em outubro. "O Paulo é um excelente navegador, com grande experiência também na parte mecânica. Será mais um grande reforço para nossa equipe", comemora Guiga. Nos testes realizados no mês passado, o navegador não pôde estar presente. "Por isso trouxemos ele para o Baja Aragon. Assim poderá se acostumar com o carro, ter um entrosamento com a Equipe e nos auxiliar no desenvolvimento do ASX Racing", explica Spinelli, que voltará a ter a companhia de seu navegador Youssef Haddad no Rally dos Sertões, em agosto.
 
"Estou muito entusiasmado pelo fato de falarmos a mesma língua mas, acima de tudo, quero agradecer ao Carlos Sousa pelo convite e também ao Guilherme Spinelli pelo voto de confiança que depositou em mim", comemora Fiuza. "Como sempre faço, darei o meu melhor para corresponder às expectativas e tentar ajudar com minha experiência", completa o navegador, que já foi campeão português de rali cross-country, além de ter ficado entre os cinco melhores no Rally Dakar deste ano e vencido diversas etapas do Mundial de Rali.
 
Baja Aragon – Espanha
 
Com mais de 700 quilômetros de especiais, o Baja Aragon tem algumas características bem diferentes dos ralis que a Equipe correu ultimamente. Na sexta-feira, é realizado o prólogo, para definir a ordem de largada. No sábado, duas especiais, uma de manhã, mais curta, e outra à tarde, mais longa. E, no domingo, os pilotos percorrem novamente esses dois trechos.
 
"A prova é pequena em dias, mas acaba se tornando exigente pela alta temperatura do verão europeu, com duas especiais no mesmo dia e um ritmo muito forte por ser um rali curto. E é uma etapa do Mundial, onde as melhores equipes e duplas estarão presentes", afirma Guiga. "Paulo e eu nunca corremos e nem treinamos juntos. Teremos que buscar o entrosamento ao longo do rali", destaca.
 
Evolução constante
 
Com a chegada do piloto português Carlos Sousa, em junho, a Equipe Mitsubishi Petrobras deu continuidade no desenvolvimento do ASX Racing, visando o Rally dos Sertões e o Rally Dakar 2015.
 
"Estamos fazendo o trabalho em duas etapas: em estradas de terra, até o Sertões, depois deserto, até o Dakar. Assim conseguimos buscar as condições ideais do carro para cada grande prova que iremos disputar", explica Guiga. "O Baja Aragon é uma competição muito tradicional e totalmente em estradas de terra, o que contribuirá muito para o aperfeiçoamento do ASX Racing para o Rally dos Sertões", completa Spinelli.
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 \"\"

 
A partir desta sexta-feira, dia 18, a Equipe Mitsubishi Petrobras encara o Baja Aragon, na Espanha, uma das mais importantes provas do Campeonato Mundial de Rali Cross-country. Com 31 anos de tradição, a competição reúne grandes equipes e os maiores nomes do off-road.
 
"Esse rali será muito importante. Depois dos testes que fizemos na França e no Marrocos, é a vez de colocarmos tudo em prática. Nosso grande objetivo será a continuidade do desenvolvimento do ASX Racing e, desta vez, em condições reais de prova", explica o piloto Guilherme Spinelli.
 
Uma grande novidade é que, ao lado dele, estará o português Paulo Fiuza, que será o navegador de Carlos Sousa a partir do Rally do Marrocos, em outubro. "O Paulo é um excelente navegador, com grande experiência também na parte mecânica. Será mais um grande reforço para nossa equipe", comemora Guiga. Nos testes realizados no mês passado, o navegador não pôde estar presente. "Por isso trouxemos ele para o Baja Aragon. Assim poderá se acostumar com o carro, ter um entrosamento com a Equipe e nos auxiliar no desenvolvimento do ASX Racing", explica Spinelli, que voltará a ter a companhia de seu navegador Youssef Haddad no Rally dos Sertões, em agosto.
 
"Estou muito entusiasmado pelo fato de falarmos a mesma língua mas, acima de tudo, quero agradecer ao Carlos Sousa pelo convite e também ao Guilherme Spinelli pelo voto de confiança que depositou em mim", comemora Fiuza. "Como sempre faço, darei o meu melhor para corresponder às expectativas e tentar ajudar com minha experiência", completa o navegador, que já foi campeão português de rali cross-country, além de ter ficado entre os cinco melhores no Rally Dakar deste ano e vencido diversas etapas do Mundial de Rali.
 
Baja Aragon – Espanha
 
Com mais de 700 quilômetros de especiais, o Baja Aragon tem algumas características bem diferentes dos ralis que a Equipe correu ultimamente. Na sexta-feira, é realizado o prólogo, para definir a ordem de largada. No sábado, duas especiais, uma de manhã, mais curta, e outra à tarde, mais longa. E, no domingo, os pilotos percorrem novamente esses dois trechos.
 
"A prova é pequena em dias, mas acaba se tornando exigente pela alta temperatura do verão europeu, com duas especiais no mesmo dia e um ritmo muito forte por ser um rali curto. E é uma etapa do Mundial, onde as melhores equipes e duplas estarão presentes", afirma Guiga. "Paulo e eu nunca corremos e nem treinamos juntos. Teremos que buscar o entrosamento ao longo do rali", destaca.
 
Evolução constante
 
Com a chegada do piloto português Carlos Sousa, em junho, a Equipe Mitsubishi Petrobras deu continuidade no desenvolvimento do ASX Racing, visando o Rally dos Sertões e o Rally Dakar 2015.
 
"Estamos fazendo o trabalho em duas etapas: em estradas de terra, até o Sertões, depois deserto, até o Dakar. Assim conseguimos buscar as condições ideais do carro para cada grande prova que iremos disputar", explica Guiga. "O Baja Aragon é uma competição muito tradicional e totalmente em estradas de terra, o que contribuirá muito para o aperfeiçoamento do ASX Racing para o Rally dos Sertões", completa Spinelli.
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

No Dia da Árvore, Ford reforça seu compromisso com a preservação ambiental

Tratamento ecológico na Fábrica de Camaçari, que mantém 2,4 milhões de m² de áreas verdes …