No ano passado, simpósio contou com cerca de 800 participantes.

A Ford vai apresentar a sua estratégia para o desenvolvimento de carros autônomos e conectados no SIMEA 2018 – Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva, que este ano tem como tema “A Rota para o Futuro da Mobilidade no Brasil”. O evento promovido pela AEA – Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, será realizado nos dias 1 e 2 de agosto no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

“A inovação, especialmente da engenharia local, tem um papel de grande importância neste momento em que a indústria automotiva passa por uma grande transformação”, destaca Rogelio Golfarb, vice-presidente de Assuntos Corporativos, Comunicação e Estratégia da Ford América do Sul, e também presidente de honra desta edição do SIMEA.

Segundo ele, debates como os propostos pelo SIMEA são fundamentais para difundir ideias, técnicas e soluções que ajudarão a impulsionar a engenharia automotiva e a definir o futuro da mobilidade. “É um grande prazer participar da 26ª edição deste importante evento e contribuir com essas discussões para que a engenharia brasileira seja cada vez mais competitiva dentro e fora do país.”

Carros autônomos

No dia 2 de agosto, às 10h00, o gerente de Estratégia de Produto da Ford América do Sul, Luciano Driemeier, vai abordar na palestra “O Caminho dos Autônomos” como a empresa enxerga o papel dos veículos inteligentes no ecossistema das cidades do futuro. Para ele, esse avanço tem como principais desafios a infraestrutura, a legislação e a aceitação da sociedade.

“Os veículos autônomos serão um pilar da mobilidade do futuro. A tecnologia para isso já existe e com a redução do seu custo e o aprimoramento do software será possível dispor de um deslocamento mais acessível, seguro e inclusivo”, afirma.
A Ford já anunciou seu plano de lançar em 2021 um veículo autônomo com nível SAE 4 para uso em serviços de mobilidade e entrega de mercadorias. Segundo projeções, em 2030 os veículos autônomos devem responder por 20% das vendas da indústria nos Estados Unidos.

“O objetivo principal da Ford no programa de desenvolvimento dos carros autônomos é oferecer a melhor experiência e segurança para os usuários”, completa Driemeier.

Exposição

Realizado anualmente pela AEA, o Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva reúne engenheiros, especialistas do setor, representantes do governo, universidades e formadores de opinião. No ano passado, contou com cerca de 800 participantes.

O programa de dois dias inclui palestras, painéis de debates, mesa-redonda, sessões técnicas e uma exposição tecnológica. Em seu estande, a Ford vai exibir o Mustang GT e o Boné Alerta como exemplos de inovação. Ícone do automobilismo mundial, o Mustang de nova geração chegou ao Brasil pela primeira vez em seus 54 anos de história. O Boné Alerta, uma criação da Ford Caminhões, é um protótipo que interpreta os movimentos de cabeça do motorista por meio de sensores e avisa quando ele está com sono para fazer uma parada de descanso, ajudando-o a dirigir com mais segurança. O alerta é feito por três tipos de sinais: vibratório, visual e sonoro. Veja o vídeo: https://youtu.be/wr-ctVrAcRU.

Fundada há 34 anos, a AEA é uma entidade não governamental que tem como objetivo ser um fórum de ideias e soluções para impulsionar o desenvolvimento da engenharia automotiva.

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Você sabe qual a melhor maneira de transportar seu cachorro em viagens?

*Por René Rodrigues Júnior Dezembro é o mês das festas, das confraternizações, do verão e …