Após o primeiro grande sucesso coroado em Pequim, o Campeonato FIA de Fórmula E segue rumo à Malásia. O segundo ePrix de toda a história acontece neste sábado, 22 de novembro, quando os 40 carros Spark-Renault SRT-01E participantes se enfrentarão em Putrajaya, a “Primeira cidade-jardim inteligente do mundo”.

Há 115 anos, a Renault é pioneira em automobilismo esportivo, mobilidade sustentável e em transferência de tecnologias das pistas para as ruas. Em setembro, a marca abriu com sucesso uma nova página de sua história em Pequim.

As equipes da Renault Sport estão envolvidas no projeto desde o seu início, em 2012, e puderam ver seu trabalho tomar forma na China. Com escolhas técnicas confirmadas por sua confiabilidade, segurança e performance, o objetivo é manter este impulso nas ruas de Putrajaya.

 

\"\"

A capital administrativa da Malásia é um símbolo de cidade sustentável, com quase metade de sua área ocupada por espaços verdes, além de ter um dos maiores lagos artificiais de todo o mundo, que os competidores contornarão por meio de um traçado de 2,5 km. Putrajaya é uma das primeiras cidades a desenvolver um programa de compartilhamento de veículos 100% elétricos, tendo como destaque os modelos Renault Twizy e ZOE.

No auge da intensa programação esportiva concentrada em um único dia, a Renault eletrificará a pista antes da largada, com um show para apresentar as qualidades do ZOE e do Twizy, principais modelos da gama Z.E. (zero emissão). Sempre próxima do público, a Renault também oferecerá aos espectadores a possibilidade de fazer um test drive na eVillage, o ‘circo’ montado para o evento.

Impondo-se como um novo desafio para as qualidades dinâmicas dos bólidos Spark-Renault SRT01_E, o circuito de Putrajaya combina 12 curvas, sendo várias rápidas e uma do tipo cotovelo, bem fechada. Entrecortada por um ziguezague, a reta dos boxes será um dos pontos mais espetaculares, onde a aspiração terá papel de protagonista nas ultrapassagens e na gestão da energia durante as 31 voltas da prova.

“Após uma corrida inaugural marcada pelo sucesso, vamos agora para a Malásia para confirmar nossas escolhas técnicas”, anunciou Roberto Dlacic, engenheiro da Renault Sport Technologies, agora dedicado ao Campeonato FIA de Fórmula E. “Nossos objetivos se mantêm os mesmos: oferecer um monoposto a cada dia mais confiável, seguro e performante, garantindo condições absolutamente iguais de competição para todas as equipes. Por isso, reforçamos a instalação da caixa de câmbio para proporcionar uma melhor resposta aos desafios enfrentados em circuitos urbanos. Também vamos analisar as performances neste traçado, que é muito diferente de Pequim, cujas laterais apresentam restrições em termos de mecânica.”

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Porsche aumenta participação na Rimac Automobili

Fabricante de carros esportivos expande parceria estratégica Sinal verde para a expansão d…