\"\"Com a proposta de trabalhar o tema cidadania e segurança no trânsito com os jovens por meio de uma ferramenta de interesse a esse público, a Fundação Volkswagen acaba de firmar uma parceria com a Secretaria Estadual de Educação e Cultura do Piauí, para introduzir o projeto educacional “Jogo da Vida em Trânsito” (JVT) no estado. Aproximadamente dois mil estudantes de ensino médio da rede estadual devem ser beneficiados com o projeto, na capital Teresina.
 
A cerimônia de assinatura do acordo de parceria e cooperação foi realizada na manhã de terça-feira (19/8), em Teresina, e contou com a presença do superintendente da Fundação Volkswagen, diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil e responsável pelo tema Sustentabilidade na empresa, Dr. Eduardo Barros, da diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti, do secretário estadual de Educação e Cultura – SEDUC/PI, Alano Dourado Meneses, e autoridades dos municípios beneficiados.
 
Com foco na formação de condutores conscientes, o projeto inclui o videojogo "Autopolis", que promove uma experiência lúdica ao jovem, mostrando que cada ação no trânsito tem uma consequência. Para os educadores da rede pública de ensino, a iniciativa oferece uma biblioteca de projetos didáticos, com sugestões de atividades relacionadas ao tema e que fazem referência ao jogo.
 
Dicas de segurança, legislação no trânsito e cidadania compõem a narrativa do jogo que irá funcionar como uma importante ferramenta para educar e conscientizar os jovens, futuros condutores, sobre segurança no trânsito. Para isso, 160 educadores participarão das oficinas de formação "JVT na Escola", que serão divididas em quatro encontros presenciais e aulas em sistema de ensino a distância e ministradas pela equipe da Virgo Games, desenvolvedora do jogo.
 
A formação dos educadores teve início hoje, logo após a solenidade de lançamento do projeto, englobando profissionais da capital Teresina.
 
Neste primeiro módulo os professores participam de atividades teóricas e práticas sobre o uso de tecnologias e projetos didáticos na escola. Aspectos sobre protagonismo juvenil, educação para o trânsito, cidadania, e planejamento pedagógico serão abordados ao longo do curso.
 
"O projeto Jogo da Vida em Trânsito traz para o Piauí uma metodologia inovadora na educação, que utiliza a aprendizagem por projeto, oferecendo aos educadores recursos para trabalharem com seus alunos de forma interativa com base em investigação e pesquisa, a partir de um tema gerador, no caso o trânsito, independentemente da disciplina”, diz o superintendente da Fundação Volkswagen e diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil, Dr. Eduardo de Azevedo Barros.
 
O projeto é composto por:
• Cursos de formação de educadores
Cursos de formação presenciais, híbridos e a distância para qualificar coordenadores, professores e agentes educacionais na implantação efetiva do JVT em escolas do ensino médio.
• Biblioteca de projetos
Acervo didático aberto, com propostas de projetos para colocar os alunos em ação. Inclui orientações, conteúdos e ferramentas para educadores e alunos, com sugestões para avaliação.
• Guia para educadores
Publicação didática de referência para a implantação do projeto JVT na escola, voltada para coordenadores, professores e agentes educacionais envolvidos com o ensino médio.
• Autopolis
Game criado para ajudar o desenvolvimento do senso de responsabilidade no trânsito, para jovens do ensino médio, lançado em 2011 no 1º Festival Games For Change América Latina.
• JVT na rede
Plataforma on-line para uso em sala de aula, que integra educadores, alunos e conteúdos didáticos, facilitando o planejamento e a realização de projetos sobre mobilidade e segurança. (www.jvt.org.br)
 
Autopolis
 
\"\"
 
Autopolis é um game de tabuleiro em 3D que pode ser jogado de forma independente e autônoma ou utilizado pelo professor como ferramenta didática. Com o game, o jogador vivencia situações cotidianas, mostrando que cada ação no trânsito tem uma consequência.
 
Os jogadores dirigem o carro por uma cidade virtual, com limite de velocidade e semáforos que podem ser desrespeitados, por exemplo, mas os infratores estarão sujeitos a penalidades se forem pegos por blitz, radares ou advertências dos demais jogadores, chegando a perder pontos na carteira de habilitação.
 
Os tradicionais dados dão lugar às cartas que podem ser usadas como acessórios, providências, vantagens ou simplesmente para se movimentar pela cidade para alcançar suas missões.
 
Dicas de segurança, legislação de trânsito e cidadania compõem a narrativa do jogo de forma envolvente e divertida.
Para a produção do jogo Autopolis foram necessários dez meses de pesquisa e desenvolvimento.
 
O game pode ser acessado por meio do site da plataforma JVT na Rede (http://www.jvt.org.br).
 
Atuação da Fundação Volkswagen no Piauí
 
Desde 2013, a Fundação Volkswagen tem atuado no estado do Piauí em parceria com 23 municípios, que realizam os projetos educacionais "Entre na Roda" e "Brincar" em suas redes públicas de ensino, sob coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária. Os municípios beneficiados são: Agricolândia, Água Branca, Amarante, Bocaina, Cabeceiras do Piauí, Coivaras, Dom Expedito Lopes, Ipiranga do Piauí, José de Freitas, Juazeiro do Piauí, Massapê do Piauí, Milton Brandão, Monsenhor Hipólito, Novo Oriente do Piauí, Picos, Santana do Piauí, São João da Canabrava, São João da Varjota, São José do Piauí, Sussuapara, Teresina, União, Valença do Piauí. No total, mais de 480 vagas foram oferecidas para a formação de educadores das redes municipais.
 
O projeto "Entre na Roda" tem como proposta formar, presencialmente e a distância, profissionais de escolas de Ensino Fundamental, de bibliotecas e de outras instituições para que atuem como mediadores de leitura, promovendo, por meio de ações articuladas, o gosto pela leitura e a formação de leitores. Oferece também aos gestores de escolas e de secretarias de educação e de cultura formação específica com o objetivo de garantir a implementação, a articulação, o acompanhamento e a avaliação das ações voltadas à leitura, de modo que, a partir da escola e da biblioteca, se ampliem, estendendo-se também à comunidade.
 
Já o "Brincar" é um projeto de formação de educadores que atuam com crianças de até 5 anos em instituições de Educação Infantil. O projeto favorece a reflexão sobre a infância e a cultura infantil, tendo o brincar e o letramento como temas centrais. Oferece formação presencial e a distância para professores, auxiliares de ensino, gestores de escolas e de secretarias de educação.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
\"\"Com a proposta de trabalhar o tema cidadania e segurança no trânsito com os jovens por meio de uma ferramenta de interesse a esse público, a Fundação Volkswagen acaba de firmar uma parceria com a Secretaria Estadual de Educação e Cultura do Piauí, para introduzir o projeto educacional “Jogo da Vida em Trânsito” (JVT) no estado. Aproximadamente dois mil estudantes de ensino médio da rede estadual devem ser beneficiados com o projeto, na capital Teresina.
 
A cerimônia de assinatura do acordo de parceria e cooperação foi realizada na manhã de terça-feira (19/8), em Teresina, e contou com a presença do superintendente da Fundação Volkswagen, diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil e responsável pelo tema Sustentabilidade na empresa, Dr. Eduardo Barros, da diretora da Fundação Volkswagen, Keli Smaniotti, do secretário estadual de Educação e Cultura – SEDUC/PI, Alano Dourado Meneses, e autoridades dos municípios beneficiados.
 
Com foco na formação de condutores conscientes, o projeto inclui o videojogo "Autopolis", que promove uma experiência lúdica ao jovem, mostrando que cada ação no trânsito tem uma consequência. Para os educadores da rede pública de ensino, a iniciativa oferece uma biblioteca de projetos didáticos, com sugestões de atividades relacionadas ao tema e que fazem referência ao jogo.
 
Dicas de segurança, legislação no trânsito e cidadania compõem a narrativa do jogo que irá funcionar como uma importante ferramenta para educar e conscientizar os jovens, futuros condutores, sobre segurança no trânsito. Para isso, 160 educadores participarão das oficinas de formação "JVT na Escola", que serão divididas em quatro encontros presenciais e aulas em sistema de ensino a distância e ministradas pela equipe da Virgo Games, desenvolvedora do jogo.
 
A formação dos educadores teve início hoje, logo após a solenidade de lançamento do projeto, englobando profissionais da capital Teresina.
 
Neste primeiro módulo os professores participam de atividades teóricas e práticas sobre o uso de tecnologias e projetos didáticos na escola. Aspectos sobre protagonismo juvenil, educação para o trânsito, cidadania, e planejamento pedagógico serão abordados ao longo do curso.
 
"O projeto Jogo da Vida em Trânsito traz para o Piauí uma metodologia inovadora na educação, que utiliza a aprendizagem por projeto, oferecendo aos educadores recursos para trabalharem com seus alunos de forma interativa com base em investigação e pesquisa, a partir de um tema gerador, no caso o trânsito, independentemente da disciplina”, diz o superintendente da Fundação Volkswagen e diretor de Assuntos Jurídicos da Volkswagen do Brasil, Dr. Eduardo de Azevedo Barros.
 
O projeto é composto por:
• Cursos de formação de educadores
Cursos de formação presenciais, híbridos e a distância para qualificar coordenadores, professores e agentes educacionais na implantação efetiva do JVT em escolas do ensino médio.
• Biblioteca de projetos
Acervo didático aberto, com propostas de projetos para colocar os alunos em ação. Inclui orientações, conteúdos e ferramentas para educadores e alunos, com sugestões para avaliação.
• Guia para educadores
Publicação didática de referência para a implantação do projeto JVT na escola, voltada para coordenadores, professores e agentes educacionais envolvidos com o ensino médio.
• Autopolis
Game criado para ajudar o desenvolvimento do senso de responsabilidade no trânsito, para jovens do ensino médio, lançado em 2011 no 1º Festival Games For Change América Latina.
• JVT na rede
Plataforma on-line para uso em sala de aula, que integra educadores, alunos e conteúdos didáticos, facilitando o planejamento e a realização de projetos sobre mobilidade e segurança. (www.jvt.org.br)
 
Autopolis
 
\"\"
 
Autopolis é um game de tabuleiro em 3D que pode ser jogado de forma independente e autônoma ou utilizado pelo professor como ferramenta didática. Com o game, o jogador vivencia situações cotidianas, mostrando que cada ação no trânsito tem uma consequência.
 
Os jogadores dirigem o carro por uma cidade virtual, com limite de velocidade e semáforos que podem ser desrespeitados, por exemplo, mas os infratores estarão sujeitos a penalidades se forem pegos por blitz, radares ou advertências dos demais jogadores, chegando a perder pontos na carteira de habilitação.
 
Os tradicionais dados dão lugar às cartas que podem ser usadas como acessórios, providências, vantagens ou simplesmente para se movimentar pela cidade para alcançar suas missões.
 
Dicas de segurança, legislação de trânsito e cidadania compõem a narrativa do jogo de forma envolvente e divertida.
Para a produção do jogo Autopolis foram necessários dez meses de pesquisa e desenvolvimento.
 
O game pode ser acessado por meio do site da plataforma JVT na Rede (http://www.jvt.org.br).
 
Atuação da Fundação Volkswagen no Piauí
 
Desde 2013, a Fundação Volkswagen tem atuado no estado do Piauí em parceria com 23 municípios, que realizam os projetos educacionais "Entre na Roda" e "Brincar" em suas redes públicas de ensino, sob coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária. Os municípios beneficiados são: Agricolândia, Água Branca, Amarante, Bocaina, Cabeceiras do Piauí, Coivaras, Dom Expedito Lopes, Ipiranga do Piauí, José de Freitas, Juazeiro do Piauí, Massapê do Piauí, Milton Brandão, Monsenhor Hipólito, Novo Oriente do Piauí, Picos, Santana do Piauí, São João da Canabrava, São João da Varjota, São José do Piauí, Sussuapara, Teresina, União, Valença do Piauí. No total, mais de 480 vagas foram oferecidas para a formação de educadores das redes municipais.
 
O projeto "Entre na Roda" tem como proposta formar, presencialmente e a distância, profissionais de escolas de Ensino Fundamental, de bibliotecas e de outras instituições para que atuem como mediadores de leitura, promovendo, por meio de ações articuladas, o gosto pela leitura e a formação de leitores. Oferece também aos gestores de escolas e de secretarias de educação e de cultura formação específica com o objetivo de garantir a implementação, a articulação, o acompanhamento e a avaliação das ações voltadas à leitura, de modo que, a partir da escola e da biblioteca, se ampliem, estendendo-se também à comunidade.
 
Já o "Brincar" é um projeto de formação de educadores que atuam com crianças de até 5 anos em instituições de Educação Infantil. O projeto favorece a reflexão sobre a infância e a cultura infantil, tendo o brincar e o letramento como temas centrais. Oferece formação presencial e a distância para professores, auxiliares de ensino, gestores de escolas e de secretarias de educação.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

IMSA: Derani vai em busca de mais um pódio neste domingo em Mid-Ohio

Brasileiro destaca características difíceis do traçado, mas segue confiante e embalado, ap…