Goiás concentra 5,5% dos registros de colisões com mortes envolvendo motocicletas. O dado insere o estado na oitava posição do ranking nacional e em primeiro lugar no Centro-Oeste. O número é resultado do levantamento do Grupo Segurador BB E MAPFRE, em parceria com o CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária).
 
Com 10,2% da frota nacional de motocicletas, a região Centro-Oeste responde por 11,3% dos acidentes ocorridos em todo o país. 
 
Considerando o ranking nacional, Mato Grosso está na 13ª posição, com 3% das colisões, seguido por Mato Grosso do Sul, na 14ª posição nacional e na 3ª da região, com 2,8% dos acidentes.
 
“A comparação com as demais localidades do país apresenta a realidade do trânsito da região e abre espaço para discussões entre autoridades e motoristas sobre como melhorar essa estatística”, afirma Jabis Alexandre, diretor geral de Automóvel do Grupo BB E MAPFRE.
 
Para a realização do levantamento, o Grupo e o CESVI analisaram 360 acidentes envolvendo motocicletas e vítimas fatais em todo o país. Os sinistros aconteceram entre agosto de 2012 a julho de 2013.
 
Ranking nacional
 
A análise nacional dos casos em todo o país revelou que a maior causa dos acidentes, 73% dos casos, é provocada pelo próprio motociclista. Em segundo lugar, estão as colisões com automóveis (11%), seguido por caminhões (7%), e, em quarta posição, são batidas envolvendo animais na via (6%). Problemas na via (buracos, falta de sinalização etc.) e com o veículo respondem pelas menores causa de acidentes, 1% cada uma.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Goiás concentra 5,5% dos registros de colisões com mortes envolvendo motocicletas. O dado insere o estado na oitava posição do ranking nacional e em primeiro lugar no Centro-Oeste. O número é resultado do levantamento do Grupo Segurador BB E MAPFRE, em parceria com o CESVI BRASIL (Centro de Experimentação e Segurança Viária).
 
Com 10,2% da frota nacional de motocicletas, a região Centro-Oeste responde por 11,3% dos acidentes ocorridos em todo o país. 
 
Considerando o ranking nacional, Mato Grosso está na 13ª posição, com 3% das colisões, seguido por Mato Grosso do Sul, na 14ª posição nacional e na 3ª da região, com 2,8% dos acidentes.
 
“A comparação com as demais localidades do país apresenta a realidade do trânsito da região e abre espaço para discussões entre autoridades e motoristas sobre como melhorar essa estatística”, afirma Jabis Alexandre, diretor geral de Automóvel do Grupo BB E MAPFRE.
 
Para a realização do levantamento, o Grupo e o CESVI analisaram 360 acidentes envolvendo motocicletas e vítimas fatais em todo o país. Os sinistros aconteceram entre agosto de 2012 a julho de 2013.
 
Ranking nacional
 
A análise nacional dos casos em todo o país revelou que a maior causa dos acidentes, 73% dos casos, é provocada pelo próprio motociclista. Em segundo lugar, estão as colisões com automóveis (11%), seguido por caminhões (7%), e, em quarta posição, são batidas envolvendo animais na via (6%). Problemas na via (buracos, falta de sinalização etc.) e com o veículo respondem pelas menores causa de acidentes, 1% cada uma.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …