Um produto com design avançado e estilo naked, versátil, prático e econômico, ideal para o uso urbano como para as viagens dos finais de semana. Estes foram os principais atributos que nortearam o mais novo lançamento do mercado brasileiro: a Honda CB Twister 2016. Equipado com um novo motor de 249,5 cm³ com projeto totalmente inédito, o modelo pertence à categoria street e chega este mês ao mercado para consolidar ainda mais a liderança da Honda no segmento de média cilindrada.
A CB Twister resgata a tradição Honda na categoria 250cm³ com a mais alta tecnologia, desenvolvida em parceria pelos departamentos de engenharia do Brasil e Japão. Sua concepção mecânica teve como premissa a praticidade e a eficiência, além de adequações às normas de emissão de poluentes que vigoram no Brasil a partir de 2016 com a segunda fase do Promot 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares).
Com capacidade para 16,5 litros, o tanque de combustível proporciona grande autonomia. Destaque para o bocal de padrão esportivo e abastecimento rápido. O farol possui novo conjunto óptico de mais visibilidade noturna e excelente iluminação.
 
O motor tem projeto inédito. Entre os seus principais atributos, destaque para o desempenho, robustez e principalmente economia.  Com capacidade cúbica de 249,5 cm³, trata-se de um monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft), 4 válvulas, 4 tempos, com arrefecimento a ar, injeção de combustível PGM-Fi (Programmed Fuel Injection) e tecnologia bicombustível FlexOne. A potência é de 22,4cv a 7.500 rpm quando o modelo é abastecido com gasolina e 22,6 cv a 7.500 rpm com etanol. O torque é o mesmo, ou 2,28kgf.m a 6.000 rpm.
Avaliações iniciais mostraram um propulsor com rendimento linear e progressivo, com estrutura compacta e alta tecnologia, que trouxeram resultados superiores em desempenho e eficiência para a categoria. Outro destaque do modelo está na transmissão de seis marchas, de engates precisos e suaves, que prioriza a agilidade, proporciona melhor aproveitamento da potência e economia de combustível, graças a uma relação mais curta.
As rodas de liga-leve com design exclusivo dispõem de inéditos pneus radiais, que conferem um visual mais esportivo e uma performance superior em aderência e segurança para o piloto. Suas medidas são 110/70R-17 na dianteira e 140/70R-17 na traseira. O escape em menor dimensão está levemente inclinado, o que reforça ainda mais o apelo esportivo do modelo.
 
 
Na traseira, o destaque é o novo design da rabeta, mais curta, com estilo que remete a modelos esportivos de maior cilindrada. Além disso, a CB Twister traz também um novo suporte de placa e alças para o garupa em alumínio.
O chassi do tipo diamante, produzido em tubos de aço com dupla trave, proporciona maior resistência e excelente pilotagem. De estrutura compacta, prioriza a centralização de massas para uma condução mais ágil e equilibrada. Com peso total de 139 kg na versão com ABS (137 kg sem ABS), o modelo apresenta ótima relação peso x potência (6,1).
A suspensão dianteira possui garfo telescópico, com curso de 130 mm, de grande estabilidade e conforto. A traseira do tipo mono-amortecida traz um inédito e exclusivo amortecedor com mola dupla de 35/108 mm de curso, que garante maior leveza e resultados únicos em segurança e absorção de impactos.  Os freios são a disco de 276 mm na dianteira e 220 mm na traseira, com versão disponível com sistema ABS, que evita a possibilidade de travamento das rodas e oferece maior segurança mesmo em situações de frenagens mais bruscas.
A CB Twister estará disponível nas concessionárias de motocicletas Honda de todo o país até o final deste mês (outubro) e será oferecida nas cores: preto sólido; vermelha e branca perolizada (versão sem ABS); e na cor vermelha perolizada para a versão com freios ABS. Os preços públicos sugeridos são R$ 13.050,00 (sem ABS) e R$ 14.550,00 (com ABS), com base no Estado de São Paulo e não incluem despesas com frete e seguro.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Pick-up Peugeot Landtrek é apresentada na América Latina

No Brasil, a comercialização ocorrerá em uma segunda etapa, seguindo a estratégia estabele…