A Inflação do Carro da Agência AutoInforme fechou setembro com alta 0,13%, índice inferior ao registrado em agosto (veja gráfico), mas no acumulado do ano o índice mantém alta de 2,82%.
 
O índice é menor do que o registrado pelo IPC da FIPE, que foi de 0,21% em setembro. No acumulado do ano o IPC é de 3,8%.
 
O resultado da Inflação do Carro foi inferior ao registrado no mês anterior, isso porque os combustíveis tiveram queda de preço em setembro. A gasolina ficou 0,72% mais barata e o preço do etanol 0,98%.
 
O que vem chamando atenção nos últimos meses é a alta no serviço de lavagem do carro, que novamente foi o item que mais subiu entre todos os pesquisados para a composição da Inflação do Carro (peças, serviços, combustíveis, impostos de circulação e seguros). A lavagem simples do carro ficou 2,86% mais cara no mês, acumulando uma alta de 11,9% no ano. A lavagem completa, aquela em que o carro é levantado e esguichado por baixo, encerado, e com limpeza no motor, subiu 2,5% em setembro.
 
A necessidade de economizar água alterou a rotina do consumidor e forçou mudanças no serviço de lavagem. É comum encontrar três preços diferentes dependendo do tamanho do carro, pequeno, médio ou grande, o que é novidade, porque o normal era um preço só para carros de passeio e outro para utilitários e picapes.
 
O terceiro item que mais subiu foi o estacionamento. Estacionar por período de duas horas ficou 1,78% mais caro.
 
Itens que mais subiram de preços
Setembro/2014
 
\"\"
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Itens que mais caíram de preços
Setembro/2014
 
\"\"
 
 
 
 
 
 
 
Itens que mais subiram de preços
Acumulado 2014
 
\"\"
 
 
 
 
 
 
 
 
Itens que mais caíram de preços
Acumulado 2014
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
A Inflação do Carro da Agência AutoInforme fechou setembro com alta 0,13%, índice inferior ao registrado em agosto (veja gráfico), mas no acumulado do ano o índice mantém alta de 2,82%.
 
O índice é menor do que o registrado pelo IPC da FIPE, que foi de 0,21% em setembro. No acumulado do ano o IPC é de 3,8%.
 
O resultado da Inflação do Carro foi inferior ao registrado no mês anterior, isso porque os combustíveis tiveram queda de preço em setembro. A gasolina ficou 0,72% mais barata e o preço do etanol 0,98%.
 
O que vem chamando atenção nos últimos meses é a alta no serviço de lavagem do carro, que novamente foi o item que mais subiu entre todos os pesquisados para a composição da Inflação do Carro (peças, serviços, combustíveis, impostos de circulação e seguros). A lavagem simples do carro ficou 2,86% mais cara no mês, acumulando uma alta de 11,9% no ano. A lavagem completa, aquela em que o carro é levantado e esguichado por baixo, encerado, e com limpeza no motor, subiu 2,5% em setembro.
 
A necessidade de economizar água alterou a rotina do consumidor e forçou mudanças no serviço de lavagem. É comum encontrar três preços diferentes dependendo do tamanho do carro, pequeno, médio ou grande, o que é novidade, porque o normal era um preço só para carros de passeio e outro para utilitários e picapes.
 
O terceiro item que mais subiu foi o estacionamento. Estacionar por período de duas horas ficou 1,78% mais caro.
 
Itens que mais subiram de preços
Setembro/2014
 
\"\"
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Itens que mais caíram de preços
Setembro/2014
 
\"\"
 
 
 
 
 
 
 
Itens que mais subiram de preços
Acumulado 2014
 
\"\"
 
 
 
 
 
 
 
 
Itens que mais caíram de preços
Acumulado 2014
 
\"\"
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

FCA premia fornecedores em 20 categorias e prevê que mercado vai acelerar recuperação

Cenário é de crescente necessidade de localização de produção de componentes e subcomponen…