Itens fundamentais do sistema de suspensão que, além da função de amortecimento, também garante a segurança do motorista, os amortecedores são responsáveis por atenuar impactos na carroceria, frear os movimentos da mola e manter os pneus em contato com o solo. Amortecedores já desgastados comprometem a estabilidade do carro em curvas e boa dirigibilidade.
 
Segundo Jair Silva, gerente desserviço e qualidade da Nakata, a maioria dos vazamentos no amortecedor é causado pelo uso de alicate para travar a haste durante a instalação e é muito fácil entender o porquê. “A haste é usinada, polida e cromada durante o processo de fabricação para que haja um perfeito assentamento do retentor dentro do corpo do amortecedor. Ao travar a haste com alicate para “facilitar” o aperto da porca superior do amortecedor você estará deixando ranhuras ou marcas na haste. Com o movimento da haste para cima e para baixo essas ranhuras acabam formando um canal no retentor dando origem ao vazamento. O aperto final deve ser feito sempre com o veículo no solo”, revela.
 
Portanto, sempre que for necessária a troca os amortecedores, é importante que o reparador tenha em mãos as ferramentas adequadas para fazer o serviço, para não correr o risco de danificar o amortecedor e perder a garantia.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Toyota Etios vai deixar de ser vendido no Brasil

Planta de Sorocaba segue produzindo o modelo para mercados de exportação A Toyota do Brasi…