A linha 2016 do Gol comemora os 35 anos do modelo no Brasil, com inovação e recordes de produção no mercado brasileiro. Com incrementos em sua lista de equipamentos de série, o Gol oferece uma gama completa de versões e está ainda mais competitivo no segmento.
Entre as novidades da linha 2016 do Gol estão mudanças no acabamento e a adoção de detalhes cromados nas versões Comfortline e Highline, conferindo mais requinte e sofisticação ao modelo. O Gol passa a contar com retrorrefletores nos para-choques traseiros para todas as versões.
Nestes 35 anos de sucesso, o Volkswagen Gol acumula 27 anos consecutivos na liderança do mercado nacional. Projetado e desenvolvido no Brasil, o Gol foi lançado no dia 8 de maio de 1980 e está em sua 5ª geração, como protagonista de diversas marcas, recordes e inovações do setor. O modelo acumula 8,7 milhões de unidades produzidas, sendo que 7.755.071 unidades foram produzidas no Brasil e as demais em outros países como por exemplo, na Argentina, com peças fabricadas no Brasil.
Além disso, o Gol soma 6.581.972 unidades comercializadas no mercado nacional e 1,2 milhão de unidades exportadas para 66 países, sendo o automóvel nacional historicamente mais produzido, comercializado e exportado da indústria nacional.
 
 
O Gol também é o 8° modelo mais produzido do Grupo Volkswagen no mundo e o 7º mais produzido da marca Volkswagen no mundo. Antes dele os mais produzidos são, na ordem: Golf, Beetle, Jetta (incluindo Bora, Vento e Sagitar), Polo (hatch), Passat (incluindo Santana), Tranporter e Audi A4.
Gol – mais itens de série e exclusivo pacote cromo
Trendline – Versão de entrada para o Gol – que está disponível nas carrocerias duas e quatro portas –, tem opções de motores 1.0l Total Flex de até 76 cv ou 1.6l MSI de até 104 cv. Traz de série vidros dianteiros com acionamento elétrico, desembaçador traseiro (para o Gol estão incluídos limpador e lavador).
Comfortline – Em sua opção intermediária, o Gol Comfortline (oferecido exclusivamente com carroceria de quatro portas) passa a trazer de série detalhes cromados na cabine, rodas de 15 polegadas, com pneus 195/55 R15 e calotas “Kalahari”, faróis e lanterna de neblina e alterações no visual: a grade dianteira é agora em preto brilhante com inserto cromado.
Essa versão traz, adicionalmente à configuração Trendline, direção hidráulica, rádio CD-Player com sistema Bluetooth e entradas SD Card, USB e auxiliar e I-System, ar quente, abertura elétrica do porta-malas e itens pintados na cor do veículo, como capas dos espelhos retrovisores, maçanetas das portas e frisos laterais.
Highline – Na configuração topo de linha, o Gol Highline (apenas na carroceria de quatro portas), oferecido exclusivamente com motor 1.6l MSI de até 104 cv, traz nova grade dianteira em preto brilhante com inserto cromado, frisos cromados nos faróis e detalhes internos – aro da alavanca de câmbio, molduras das saídas de ar, botões de ventilação e maçaneta, entre outros – também cromados, garantindo mais requinte e sofisticação à família Gol. As rodas de liga leve de 15 polegadas “Gobi” têm pneus 195/55 R15.
 
Gol Track e Rallye – O Gol oferece as versões aventureiras Rallye e Track, que têm em comum a maior altura em relação ao solo, comparados às demais versões do Gol. A elevação da suspensão facilita a transposição de obstáculos em estradas de terra e caminhos mal pavimentados. No total, são 28 mm a mais na suspensão do Gol Rallye e 23 mm na do Gol Track. Ambas as versões são oferecidas exclusivamente com carroceria de quatro portas.
O Gol Track tem motor 1.0l TEC Total Flex de 76 cv (etanol), sempre combinado ao câmbio manual de cinco marchas. O Gol Rallye vem equipado com o novo motor 1.6l MSI de até 120 cv (etanol) e é oferecido com a opção de câmbio manual ou automatizado I-Motion – com a versão 2 de aplicação do software de gerenciamento eletrônico, que proporciona trocas de marcha ainda mais suaves e precisas.
Gol: o modelo mais exportado da história da indústria automobilística brasileira
O Volkswagen Gol é o modelo mais exportado da história da indústria automobilística brasileira, tendo totalizado, em 2014, mais de 1,2 milhão de unidades enviadas a 66 países das Américas, África, Ásia, Oriente Médio e Europa. O modelo é também o mais produzido da história da indústria nacional, com mais de 7,5 milhões de unidades fabricadas no Brasil.
O Gol começou a ser exportado já no ano de seu lançamento, 1980, quando foram enviadas 49 unidades para o Paraguai e Nigéria. Atualmente, os principais mercados do Gol no exterior são o México e a Argentina, onde o carro brasileiro liderou o mercado por mais de 12 anos consecutivos.
O Gol exportação passa por adaptações apenas para se adequar às exigências legais de cada país. Tecnicamente, a principal mudança ocorre nos sistemas de injeção e gerenciamento dos motores para rodar com gasolina sem adição de etanol, que difere do combustível vendido no Brasil.
Para poder ser exportado para a Rússia, por exemplo, Gol passou por testes de resistência para enfrentar baixas temperaturas, que podem chegar a 40ºC negativos. Além da umidade relativa do ar entre 20% e 90%, foram simuladas as mais variadas condições climáticas entre 40ºC e 60ºC negativos. Os componentes que receberam avaliação extremamente rigorosa foram elétricos, guarnições, motor e câmbio. O projeto foi realizado entre 2004 e 2005, com 1.609 unidades exportadas.
O Gol em números:
• 27 anos consecutivos como o mais vendido no mercado nacional, é o carro que se manteve na liderança pelo maior período de toda a história da indústria no País
• 6.581.972 unidades comercializadas no mercado nacional
• 1,2 milhão de unidades exportadas para 66 países
• 8,7 milhões de unidades produzidas desde seu lançamento incluindo os períodos quando foi produzido na Argentina e Irã
• 7.755.071 unidades produzidas no País
Pioneirismo do Gol:
• Primeiro automóvel brasileiro com injeção eletrônica (Gol GTI, em 1989)
• Primeiro a usar o motor brasileiro 1.0 de 16 válvulas
• Primeiro carro com motor flexível do Brasil (Gol TotalFlex, em 2003)
• Primeiro automóvel de entrada com motor flexível (Gol 1.0 TotalFlex, em 2005), popularizando a tecnologia
• Primeiro veículo a ultrapassar a marca de 3,5 milhões de unidades produzidas no Brasil, superando o Fusca
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Suzuki Jimny vem com novidades na linha 2022

Disponível em quatro versões, SUV traz atualizações estéticas e mantém o mesmo DNA 4×…