Único palco do Moto 1000 GP que proporciona médias de velocidade superiores aos 170 km/h, o Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel (PR), volta a receber os principais pilotos do país nesta semana, para treinos e corridas da segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. O GP Cascavel será desenvolvido no domingo (31), confrontando mais de 80 pilotos do Brasil e do exterior nas quatro categorias em disputa.
A programação do GP Cascavel prevê a disputa de quatro corridas, nas categorias GP 1000, GP 600, GP Light e GPR 250. As disputas englobam sete marcas de motocicletas, o que frisa um dos propósitos principais do Brasileiro: a equiparação técnica entre BMW, Ducati, Honda, Kawasaki, Suzuki, Triumph e Yamaha. Todas as marcas representadas na pista no GP Petrobras, disputado em Curitiba no dia 3 de maio, levaram seus pilotos ao pódio.
O público cascavelense, sempre um dos mais participativos e atuantes do calendário do Moto 1000 GP, terá entre as atrações das provas da segunda etapa de 2015 a disputa entre os pilotos brasileiros e estrangeiros, sobretudo na GP 1000 – o GP Petrobras terminou com pilotos de cinco nacionalidades nas cinco primeiras posições da principal categoria do campeonato. As quatro categorias em disputa são lideradas por pilotos de três marcas diferentes.
As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da Michelin, fornecedora de pneus a todas as equipes inscritas nas quatro categorias em disputa. O Moto 1000 GP também conta, na temporada de 2015, com o apoio de Beta Ferramentas, Puig, Servitec, LeoVince, Shoei e Tutto Moto.
GP CASCAVEL – BRASILEIRO DE MOTOVELOCIDADE
(Os horários de treinos e corridas da segunda etapa do Moto 1000 GP)
Sexta-feira, 29 de maio
11h05 – primeiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)11h35 – primeiro treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
12h05 – primeiro treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
12h35 – primeiro treino livre da GP Light (25 minutos)
13h05 – segundo treino livre da GPR 250 (25 minutos)
13h35 – segundo treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
14h05 – segundo treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
14h35 – segundo treino livre da GP Light (25 minutos)
15h05 – terceiro treino livre da GPR 250 (25 minutos)
15h35 – terceiro treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
16h05 – terceiro treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
16h35 – terceiro treino livre da GP Light (25 minutos)
Sábado, 30 de maio
8h55 – quarto treino livre da GPR 250 (25 minutos)
9h25 – quarto treino livre da GP 600/GP 600 Evo (25 minutos)
9h55 – quarto treino livre da GP 1000/GP 1000 Evo (25 minutos)
10h25 – quarto treino livre da GP Light (25 minutos)
11h05 – Q1 da GPR 250 (20 minutos)
11h30 – Q1 da GP 600/GP 600 Evo (20 minutos)
13h10 – Q1 da GP 1000/GP 1000 Evo (20 minutos)
13h40 – Q1 da GP Light (20 minutos)
14h10 – Q2 da GPR 250 (10 minutos)
14h30 – Q2 da GP 600/GP 600 Evo (10 minutos)
14h50 – Q2 da GP 1000/GP 1000 Evo (10 minutos)
15h10 – Q2 da GP Light (10 minutos)
Domingo, 31 de maio
8h10 – warm up da GPR 250 (10 minutos)
8h30 – warm up da GP 600/GP 600 Evo (10 minutos)
8h50 – warm up da GP Light (10 minutos)
9h10 – warm up da GP 1000/GP1000 Evo (10 minutos)
9h50 – largada da GPR 250 (13 voltas)
10h40 – largada da GP 600/GP 600 Evo (20 voltas)
11h35 – largada da GP Light (20 voltas)
12h30 – largada da GP 1000/GP 1000 Evo (23 voltas)
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

VW Amarok V6 com 258 cv é a picape média mais potente e rápida do País

Aceleração de 0 a 100 km/h em 7,4 segundos, semelhante a modelos esportivos da marca Acele…