Os motores vão roncar para a 22ª edição do Rally dos Sertões, que tem início neste sábado em Goiânia (GO). O Team Rinaldi acelera com oito pilotos entre as motocicletas: os catarinenses Ricardo Martins, Leandro Silveira, Guilherme Cascaes e os irmãos Ike e Guto Klaumann; o mineiro Guilherme Piva; e os irmãos paulistas Ramon Sacilotti e Moara Sacilotti. Considerada o desafio mais duro da temporada, a prova soma pontos para o Campeonato Mundial de Rally Cross Country e pelo Brasileiro da categoria. A chegada será no próximo dia 30, em Belo Horizonte (MG).
 
A equipe da fábrica gaúcha de pneus e câmaras de ar está pronta para representar o Brasil na disputa, que inclui 2.679 quilômetros de trajeto (1.545 deles de trechos cronometrados). A experiente Moara Sacilotti, que no ano passado venceu a classe Feminina do Mundial, está prestes a encarar a sua 15ª participação no Sertões. “O coração sempre fica a mil às vésperas da largada, a ansiedade é grande. Cumprimos um ano de preparação e muitas horas de treinos, e a expectativa é de que seja um rali extremamente duro”, comentou.
 
\"\"
 
Ricardo Martins, atual vice-campeão da Production Aberta, concordou. “Vai ser preciso ter agressividade, mas sem abusar, pois qualquer erro pode comprometer a prova toda”, afirmou. Ike Klaumann lembrou que o roteiro está mais curto com relação aos anos anteriores, que tiveram 10 dias de disputas. “Estamos prontos para imprimir ritmo forte desde o início, mas sempre priorizando a segurança.”
 
A escolha certa dos pneus é fundamental para cruzar a rampa de chegada. Por isso, o Team Rinaldi já separou pares dos pneus HE 42, projetados especialmente para rali, e ainda conta com o suporte de outros consagrados modelos off-road da marca, como o RMX 35 e o HE 40. “Eu confio muito na resistência dos pneus Rinaldi, estão prontos para o que vier. Nós participamos ativamente do desenvolvimento do HE 42 e de fato é um produto de extrema qualidade”, concluiu Ramon Sacilotti.
 
Confira o roteiro detalhado do Rally dos Sertões 2014:
 
23/08 – Prólogo – Goiânia (GO)
 
24/08 – 1ª etapa – Goiânia (GO) / Caldas Novas (GO)
Deslocamento inicial: 40 km
Trecho especial: 155 km
Deslocamento final: 21 km
Total do dia: 216 km
 
25/08 – 2ª etapa – Caldas Novas (GO) / Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39 km
Trecho especial: 201 km
Deslocamento final: 20 km
Total do dia: 260 km
 
26/08 – 3ª etapa – Catalão (GO) / Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22 km
Trecho especial: 206 km
Deslocamento final: 132 km
Total do dia: 356 km
 
27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG) / São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135 km
Trecho especial: 364 km
Deslocamento final: 86 km
Total do dia: 585 km
 
28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG) / Diamantina (MG) – ETAPA MARATONA
Deslocamento inicial: 223 km
Trecho especial: 335 km
Deslocamento final: 81 km
Total do dia: 718 km
 
29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG) / Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 23 km
Trecho especial: 159 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 213 km
 
30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG) / Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 59 km
Trecho especial: 125 km
Deslocamento final: 146 km
Total do dia: 331 km
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Os motores vão roncar para a 22ª edição do Rally dos Sertões, que tem início neste sábado em Goiânia (GO). O Team Rinaldi acelera com oito pilotos entre as motocicletas: os catarinenses Ricardo Martins, Leandro Silveira, Guilherme Cascaes e os irmãos Ike e Guto Klaumann; o mineiro Guilherme Piva; e os irmãos paulistas Ramon Sacilotti e Moara Sacilotti. Considerada o desafio mais duro da temporada, a prova soma pontos para o Campeonato Mundial de Rally Cross Country e pelo Brasileiro da categoria. A chegada será no próximo dia 30, em Belo Horizonte (MG).
 
A equipe da fábrica gaúcha de pneus e câmaras de ar está pronta para representar o Brasil na disputa, que inclui 2.679 quilômetros de trajeto (1.545 deles de trechos cronometrados). A experiente Moara Sacilotti, que no ano passado venceu a classe Feminina do Mundial, está prestes a encarar a sua 15ª participação no Sertões. “O coração sempre fica a mil às vésperas da largada, a ansiedade é grande. Cumprimos um ano de preparação e muitas horas de treinos, e a expectativa é de que seja um rali extremamente duro”, comentou.
 
\"\"
 
Ricardo Martins, atual vice-campeão da Production Aberta, concordou. “Vai ser preciso ter agressividade, mas sem abusar, pois qualquer erro pode comprometer a prova toda”, afirmou. Ike Klaumann lembrou que o roteiro está mais curto com relação aos anos anteriores, que tiveram 10 dias de disputas. “Estamos prontos para imprimir ritmo forte desde o início, mas sempre priorizando a segurança.”
 
A escolha certa dos pneus é fundamental para cruzar a rampa de chegada. Por isso, o Team Rinaldi já separou pares dos pneus HE 42, projetados especialmente para rali, e ainda conta com o suporte de outros consagrados modelos off-road da marca, como o RMX 35 e o HE 40. “Eu confio muito na resistência dos pneus Rinaldi, estão prontos para o que vier. Nós participamos ativamente do desenvolvimento do HE 42 e de fato é um produto de extrema qualidade”, concluiu Ramon Sacilotti.
 
Confira o roteiro detalhado do Rally dos Sertões 2014:
 
23/08 – Prólogo – Goiânia (GO)
 
24/08 – 1ª etapa – Goiânia (GO) / Caldas Novas (GO)
Deslocamento inicial: 40 km
Trecho especial: 155 km
Deslocamento final: 21 km
Total do dia: 216 km
 
25/08 – 2ª etapa – Caldas Novas (GO) / Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39 km
Trecho especial: 201 km
Deslocamento final: 20 km
Total do dia: 260 km
 
26/08 – 3ª etapa – Catalão (GO) / Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22 km
Trecho especial: 206 km
Deslocamento final: 132 km
Total do dia: 356 km
 
27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG) / São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135 km
Trecho especial: 364 km
Deslocamento final: 86 km
Total do dia: 585 km
 
28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG) / Diamantina (MG) – ETAPA MARATONA
Deslocamento inicial: 223 km
Trecho especial: 335 km
Deslocamento final: 81 km
Total do dia: 718 km
 
29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG) / Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 23 km
Trecho especial: 159 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 213 km
 
30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG) / Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 59 km
Trecho especial: 125 km
Deslocamento final: 146 km
Total do dia: 331 km
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan comemora 20 anos de uma história de sucesso no Brasil

Da importação de carros à fabricante nacional de automóveis, marca consolida sua presença …