O novo Ford GT faz sua estreia global nas pistas neste final de semana, nas 24 Horas de Daytona Rolex, uma das corridas de resistência mais famosas do mundo. A equipe Ford Chip Ganassi Racing corre com duas unidades do supercarro, de números 66 e 67, estreando na categoria GT, e também defende o título da categoria de protótipos com dois modelos Ford EcoBoost Riley.
 
A missão do Ford GT é buscar a sétima vitória para a marca em Daytona – onde já foi campeã geral em 1965, 1966, 1997, 1999, 2012 e 2015. E, mais que isso, repetir o feito de 1966, quando a Ford iniciou o caminho para a conquista histórica em Le Mans com uma vitória nessa prova.
 
A Chip Ganassi Racing é recordista de vitórias nas 24 Horas de Daytona, com seis títulos, e manteve uma equipe de 75 pessoas trabalhando sem parar no ajuste dos dois Ford GT para a estreia. Entre outras novidades, o supercarro tem motor V6 EcoBoost com mais de 600 cv, carroceria em fibra de carbono, aerodinâmica ativa, suspensão ajustável e painel totalmente digital e configurável, integrado a mais de 50 diferentes sensores.
“O Ford GT é totalmente novo para os nossos engenheiros e mecânicos, o que aumentou o desafio de preparar os dois carros para essa grande corrida que abre a temporada”, diz Mike OGara, gerente da Ford Chip Ganassi Racing. “As 24 Horas de Daytona representam um enorme feito no mundo das corridas e tivemos de nos superar na preparação e testes para garantir um carro competitivo.”
O time de pilotos do Ford GT é formado por Stefan Mücke, Ryan Briscoe e Richard Westbrook no carro número 67, com Sébastien Bourdais, Joey Hand e Dirk Müller no carro 66. Na categoria de protótipos, o time campeão do ano passado formado pelo brasileiro Tony Kanaan, Scott Dixon, Kyle Larson e Jamie McMurray defende o título no Ford EcoBoost Riley nº 02. O carro 01 é pilotado por Andy Priaulx, Lance Stroll, Alex Wurz e Brendon Hartley.
 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Porsche atinge recorde de veículos entregues em um mesmo ano no Brasil

A Porsche entregou 2.130 automóveis no mercado brasileiro nos primeiros nove meses de 2020…