Home Notícias Peugeot estabelece recorde de consumo de combustível com o 208 BlueHDi: 50 km/l

Peugeot estabelece recorde de consumo de combustível com o 208 BlueHDi: 50 km/l

Comentários desativados em Peugeot estabelece recorde de consumo de combustível com o 208 BlueHDi: 50 km/l
Equipado com o motor 1.6L BlueHDi, o compacto da Peugeot anotou um novo recorde de consumo de combustível para longas distâncias ao percorrer 2.152 quilômetros com 43 litros de diesel, com média de 50 km/l. Esse desempenho foi alcançado no final de abril na pista de teste da marca em Belchamp, na França, sob o controle da organização francesa de certificação UTC (União Técnica de Automóveis, Motocicletas e Bicicletas). O 208 de série, equipado com motor 1.6L BlueHDi e caixa manual de cinco velocidades, percorreu em 38 horas a distância de 2.152 quilômetros, consumindo apenas 43 litros de combustível. Diversos motoristas participaram da iniciativa, com cada um deles à frente do volante em turnos de até quatro horas.
 
Com um consumo oficial de combustível combinado de 33,5 km/l e baixas emissões de CO2 de 79 g/km, o modelo garante um lugar de referência mundial para um veículo de produção em série equipado com um motor de combustão interna. Esta versão é caracterizada pela presença de um spoiler traseiro aerodinâmico e pela adoção de pneus Michelin de baixa resistência Energy Saver+.
 
Associando o SCR (Redução Catalítica Seletiva) ao filtro de partículas aditivo, a tecnologia BlueHDi prova mais uma vez que é o sistema de controle de emissão de diesel mais eficiente do mercado.
 
O desempenho ambiental da Peugeot fez do Grupo PSA Peugeot Citroën SA líder na Europa em 2014, com emissões médias de CO2 de 110.3 g/km, num mercado europeu no qual a média é de 123,7 g. Este resultado foi alcançado sem qualquer mudança no mix de segmentos.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Stellantis registra forte receita líquida do primeiro trimestre e crescimento em todas as regiões

As projeções de desempenho global do Grupo para o ano estão mantidas, com projeção de expa…