\"\" 

 
O novo Porsche Cayenne S E-Hybrid comemora seu lançamento mundial na Exposição do Automóvel de Paris no dia 02 de outubro. Ele é o primeiro híbrido de tomada no segmento de SUV de luxo e agora determina o padrão a ser seguido pelos carros com tração nas quatro rodas de luxo. Ao mesmo tempo, isso faz com que a Porsche seja o principal fabricante de carros híbridos de tomada. Juntamente com o Panamera S E-Hybrid e o 918 Spyder, ela é a única marca a oferecer três modelos de tomada.
 
Além do Cayenne S E-Hybrid, a Porsche também está apresentando versões atualizadas do Cayenne S, do Cayenne Turbo, do Cayenne Diesel e do Cayenne S Diesel em Paris. As principais características desses carros são uma melhor eficiência, um manuseio ainda mais preciso, um desenho mais dinamizado e uma quantidade ainda maior de equipamento de fábrica.
 
Graças à tecnologia híbrida de tomada, o Cayenne S E-Hybrid conta com um consumo de combustível de apenas 3,4 litros por cem quilômetros e emissões de CO2 de meros 79 gramas por quilômetro. Estes são níveis muito acima da média geral, especialmente para um carro com tração nas quatro rodas. A reação do mercado frente aos modelos com direção avançada foi correspondentemente positiva: nos primeiros oito meses de 2014, a Porsche entregou um total de 16.698 unidades do Panamera, das quais 1.513 eram versões do Panamera S E-Hybrid, uma participação de nove por cento. A Porsche também vem apresentando altos valores de vendas para o Cayenne S E-Hybrid. 
 
O Cayenne S E-Hybrid será apresentado ao público mundial pela primeira vez durante a conferência para imprensa da Porsche no Saguão 4 no dia 02 de outubro às 9h35min (Horário Central Europeu de Verão). A conferência será transmitida ao vivo na internet (www.porsche.com/paris) e por satélite. Os lançamentos do Cayenne Diesel, do Cayenne S Diesel, do Cayenne S e do carro-chefe, o Cayenne Turbo, também ocorrerão durante essa exposição.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

\"\" 

 
O novo Porsche Cayenne S E-Hybrid comemora seu lançamento mundial na Exposição do Automóvel de Paris no dia 02 de outubro. Ele é o primeiro híbrido de tomada no segmento de SUV de luxo e agora determina o padrão a ser seguido pelos carros com tração nas quatro rodas de luxo. Ao mesmo tempo, isso faz com que a Porsche seja o principal fabricante de carros híbridos de tomada. Juntamente com o Panamera S E-Hybrid e o 918 Spyder, ela é a única marca a oferecer três modelos de tomada.
 
Além do Cayenne S E-Hybrid, a Porsche também está apresentando versões atualizadas do Cayenne S, do Cayenne Turbo, do Cayenne Diesel e do Cayenne S Diesel em Paris. As principais características desses carros são uma melhor eficiência, um manuseio ainda mais preciso, um desenho mais dinamizado e uma quantidade ainda maior de equipamento de fábrica.
 
Graças à tecnologia híbrida de tomada, o Cayenne S E-Hybrid conta com um consumo de combustível de apenas 3,4 litros por cem quilômetros e emissões de CO2 de meros 79 gramas por quilômetro. Estes são níveis muito acima da média geral, especialmente para um carro com tração nas quatro rodas. A reação do mercado frente aos modelos com direção avançada foi correspondentemente positiva: nos primeiros oito meses de 2014, a Porsche entregou um total de 16.698 unidades do Panamera, das quais 1.513 eram versões do Panamera S E-Hybrid, uma participação de nove por cento. A Porsche também vem apresentando altos valores de vendas para o Cayenne S E-Hybrid. 
 
O Cayenne S E-Hybrid será apresentado ao público mundial pela primeira vez durante a conferência para imprensa da Porsche no Saguão 4 no dia 02 de outubro às 9h35min (Horário Central Europeu de Verão). A conferência será transmitida ao vivo na internet (www.porsche.com/paris) e por satélite. Os lançamentos do Cayenne Diesel, do Cayenne S Diesel, do Cayenne S e do carro-chefe, o Cayenne Turbo, também ocorrerão durante essa exposição.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan Frontier bate recorde de participação de mercado no Brasil em fevereiro

Picape média teve 11,9% de participação de mercado no segmento A Nissan Frontier segue ace…