O motorista que opta pelo etanol da hora de abastecer sentiu uma leve diferença em novembro. Segundo balanço do IPTL (Índice de Preços Ticket Log), o custo médio do derivado da cana de açúcar em novembro teve um aumento de 1,34% em relação a outubro, encerrando a R$3,28/l. A maior variação de preço por litro do combustível aconteceu no estado de Santa Catarina, que registrou alta de 4,06%, chegando a R$3,36/l.
 
O estado do Pará apresentou o maior preço médio do etanol no mês de novembro, chegando a R$3,80/l, seguido por Rio Grande do Sul (R$3,74/l) e Amapá (R$3,70/l). O estado de São Paulo possui o menor preço do litro do etanol (R$2,73/l). 
 
Gasolina
 
O IPTL registrou leve queda de 0,34% no custo médio por litro da gasolina em novembro, que encerrou o mês a R$3,82/l. O maior preço médio do custo do combustível foi identificado no estado do Acre (R$4,16/l), seguido por Rondônia (R$4,00/l) e Rio de Janeiro (R$3,97/l). O menor preço médio da gasolina apresentado no mês foi registrado no Distrito Federal (R$3,50/l), seguido por São Paulo (R$3,56/l).
 
Abaixo tabela para consulta:
 
 
Outros combustíveis
O Diesel e o Diesel S-10 tiveram pouca variação e custaram R$3,15/l e R$ 3,25/l, respectivamente, enquanto o Gás Natural teve média de R$ 2,34/m³.
 
Mudança de nomenclatura
Com o lançamento da Ticket Log, a partir da aliança de Ticket Car e Ecofrotas, o antigo Índice de Preços Ticket Car (IPTC) passa a se chamar Índice de Preços Ticket Log (IPTL). Apesar da mudança de nomenclatura, a metodologia do estudo de preços de combustíveis continua a mesma.
 
Abaixo, tabela para consulta em cada região:
 
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Cronos e Strada ganham equipamentos de segurança de série

Novidades são válidas para as versões Drive 1.3 do sedã e Freedom 1.3 da picape A ampla li…