Com o objetivo de medir a velocidade de determinadas vias públicas de Teresina a Prefeitura através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está realizando um trabalho de pesquisa utilizando os radares portáteis.
 
O estudo, que está sendo realizado é baseado na resolução 396/2011 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) a ser concluído nas próximas semanas. De acordo com o Diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, o trabalho de monitoramento das vias públicas é muito importante para que seja determinada a velocidade permitida e a partir da análise da pesquisa implantar os radares fixos nos locais. “Para que possamos implantar os radares fixos precisamos dessa pesquisa, por esse motivo o trabalho está sendo realizado”, acrescentou.
 
Falcão explica ainda que a pesquisa não está gerando autuações. “Os condutores não precisam ficar preocupados, pois esse é um trabalho técnico que está sendo feito para proporcionar vias públicas mais seguras para as pessoas, pois a velocidade tem sido um dos fatores preponderantes para o agravamento dos acidentes de trânsito”, finalizou.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Com o objetivo de medir a velocidade de determinadas vias públicas de Teresina a Prefeitura através da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) está realizando um trabalho de pesquisa utilizando os radares portáteis.
 
O estudo, que está sendo realizado é baseado na resolução 396/2011 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) a ser concluído nas próximas semanas. De acordo com o Diretor de Trânsito e Sistema Viário da Strans, José Falcão, o trabalho de monitoramento das vias públicas é muito importante para que seja determinada a velocidade permitida e a partir da análise da pesquisa implantar os radares fixos nos locais. “Para que possamos implantar os radares fixos precisamos dessa pesquisa, por esse motivo o trabalho está sendo realizado”, acrescentou.
 
Falcão explica ainda que a pesquisa não está gerando autuações. “Os condutores não precisam ficar preocupados, pois esse é um trabalho técnico que está sendo feito para proporcionar vias públicas mais seguras para as pessoas, pois a velocidade tem sido um dos fatores preponderantes para o agravamento dos acidentes de trânsito”, finalizou.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz lança campanha para mostrar ações de combate ao Coronavírus nos ônibus

Sob o mote “Vá de ônibus. Vá seguro”, clientes e parceiros da Empresa poderão divulgar açõ…