Depois dos resultados positivos alcançados na primeira etapa, a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal da Juventude, lançará no próximo dia 30 o edital da 2ª Etapa do Projeto “Minha Primeira Carteira”, que tem como objetivo selecionar jovens entre 18 e 29 anos para a aquisição gratuita da primeira carteira nacional de habilitação – CNH. 
 
Nessa segunda etapa, serão oferecidas 200 vagas para todas as zonas da capital (Norte,Sul,Leste,Sudeste e Rural), nas categorias A e B.  Poderão se inscrever jovens que ainda não possuam Carteira Nacional de Habilitação, inscritos no CADÚNICO, que sejam residentes em Teresina, confirmado através de comprovante de residência, e que estudem ou já tenham concluído todo o ensino médio na rede pública.
 
O Projeto “Minha Primeira Carteira” é uma parceria da SEMJUV e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte- SEST SENAT. A primeira etapa do projeto contemplou apenas jovens da zona Sudeste da capital, onde foram constatados os maiores índices de acidentes. Ao todo foram disponibilizadas 50 vagas, sendo 5% reservadas à pessoas com deficiência.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Depois dos resultados positivos alcançados na primeira etapa, a Prefeitura de Teresina, por meio da Secretaria Municipal da Juventude, lançará no próximo dia 30 o edital da 2ª Etapa do Projeto “Minha Primeira Carteira”, que tem como objetivo selecionar jovens entre 18 e 29 anos para a aquisição gratuita da primeira carteira nacional de habilitação – CNH. 
 
Nessa segunda etapa, serão oferecidas 200 vagas para todas as zonas da capital (Norte,Sul,Leste,Sudeste e Rural), nas categorias A e B.  Poderão se inscrever jovens que ainda não possuam Carteira Nacional de Habilitação, inscritos no CADÚNICO, que sejam residentes em Teresina, confirmado através de comprovante de residência, e que estudem ou já tenham concluído todo o ensino médio na rede pública.
 
O Projeto “Minha Primeira Carteira” é uma parceria da SEMJUV e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte- SEST SENAT. A primeira etapa do projeto contemplou apenas jovens da zona Sudeste da capital, onde foram constatados os maiores índices de acidentes. Ao todo foram disponibilizadas 50 vagas, sendo 5% reservadas à pessoas com deficiência.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Ford e Bosch apresentam nova tecnologia de manobrista automatizado

Os veículos de teste da Ford operam por comunicação veículo-infraestrutura (V2I) usando a …