Segundo dados divulgados pela ABRACICLO, Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares, em maio foram produzidas 60.195 bicicletas por suas associadas no Polo Industrial de Manaus (PIM), volume 22,2% acima do que o registrado em abril, com 49.275 unidades, e 8,4% superior ao mesmo mês de 2016 (55.546).
Também houve crescimento no acumulado do ano. De janeiro a maio foram fabricadas 255.567 bicicletas, o que mostra alta de 0,9% com relação ao mesmo período de 2016 (253.290).
“Estes volumes retratam uma melhora do contexto econômico nacional, ao mesmo tempo em que as fabricantes aumentam a produção de bicicletas de alto valor agregado”, avalia João Ludgero, vice-presidente do Segmento de Bicicletas da Abraciclo. “O cenário para o segundo semestre, no entanto, ainda depende da observação do que poderá ocorrer no contexto político-econômico do País”, complementa o executivo.
As associadas da entidade haviam projetado para 2017 uma produção total entre 700 mil a 800 mil unidades, volume cerca de 19% superior ao do ano passado, quando saíram das fábricas do Polo Industrial de Manaus (PIM) 669.729 bicicletas.    
Importação e Exportação
Segundo os dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) analisados pela Abraciclo, a importação de bicicletas em todo o território nacional totalizou 4.438 unidades em maio. A maioria das bicicletas importadas no período foi produzida basicamente na China, com 3.781 unidades, seguida de Taiwan (453 unidades) e Camboja (88).
Ainda em maio, as exportações de bicicletas produzidas no Brasil tiveram como principal destino o Reino Unido, com 220 unidades.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Suzuki Jimny vem com novidades na linha 2022

Disponível em quatro versões, SUV traz atualizações estéticas e mantém o mesmo DNA 4×…