Nos Estados Unidos, um dos melhores espelhos da recuperação econômica é o mercado da indústria automobilística. Os clientes, finalmente, conseguem projetar a substituição dos seus atuais veículos por carros novos. Atualmente, a idade média da substituição dos carros e picapes está em torno de um recorde negativo de 11,4 anos, segundo a Polk, empresa de pesquisa de mercado automotivo.
 
Os ventos das vendas estão a favor da Ford, a única das grandes montadoras norte-americanas que não precisou da ajuda do governo dos Estados Unidos para enfrentar a última grande crise econômica, pois desenvolveu um plano de trabalho para os dias sombrios que a tornou a “queridinha” da América.
 
Todavia, segundo publicação do Daily Finance, a Ford pode não dar alegrias aos seus acionistas, sempre em busca de dividendos lucrativos. Na próxima quinta-feira, a empresa deve divulgar um relatório do crescimento das vendas, e os analistas esperam um anúncio de lucro da ordem de 37 cents por ação, No ano passado, os acionistas ganharam 45 cents por ação.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

 

 
Nos Estados Unidos, um dos melhores espelhos da recuperação econômica é o mercado da indústria automobilística. Os clientes, finalmente, conseguem projetar a substituição dos seus atuais veículos por carros novos. Atualmente, a idade média da substituição dos carros e picapes está em torno de um recorde negativo de 11,4 anos, segundo a Polk, empresa de pesquisa de mercado automotivo.
 
Os ventos das vendas estão a favor da Ford, a única das grandes montadoras norte-americanas que não precisou da ajuda do governo dos Estados Unidos para enfrentar a última grande crise econômica, pois desenvolveu um plano de trabalho para os dias sombrios que a tornou a “queridinha” da América.
 
Todavia, segundo publicação do Daily Finance, a Ford pode não dar alegrias aos seus acionistas, sempre em busca de dividendos lucrativos. Na próxima quinta-feira, a empresa deve divulgar um relatório do crescimento das vendas, e os analistas esperam um anúncio de lucro da ordem de 37 cents por ação, No ano passado, os acionistas ganharam 45 cents por ação.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Hyundai inicia exportação do Brasil para Argentina

País é o quarto da América do Sul a receber veículos a partir da fábrica de Piracicaba (SP…