Em meados dos anos 90, a produção de utilitários era polarizada no país. Tinha de um lado os veículos compactos e no outro extremo, os grandes. Foi então que a Chevrolet começou a produzir no Brasil sua linha de utilitários de porte e preço intermediários: a picape S10 e o SUV Blazer, que logo caíram no gosto do consumidor.
A maior prova desse sucesso está na marca de 1 milhão de unidades produzidas no complexo industrial de São José dos Campos (SP), atingida neste mês de fevereiro. Desse volume, cerca de 85% vem da S10 e 15% da Blazer, que passou a se chamar Trailblazer em sua segunda geração.
 
“Um milhão de unidades é um marco histórico para o segmento de utilitários fabricados no país e mostra o reconhecimento do consumidor pelos produtos Chevrolet, marca que historicamente mais inova conceitualmente em picapes e SUVs no mundo”, destaca Carlos Zarlenga, presidente da GM Mercosul.
Além da robustez e potência, a linha 2017 da S10 e da Trailblazer passou a se destacar também pela conectividade total. Os dois modelos são os únicos em seus respectivos segmentos a oferecer sistema multimídia (MyLink) com Android Auto e Apple Carplay mais tecnologia de telemática avançada (OnStar), que permite ao usuário comandar diversas funções do veículo pelo smartphone.
Como gesto de agradecimento a seus clientes, a Chevrolet convidou fãs e clientes dos produtos para participarem da produção da unidade de número 1 milhão, representada pela S10 High Country, versão mais sofisticada da picape.
Veja as principais evoluções tecnológicas da picape:
1995 – Em março, a Chevrolet lança a S10 (2.2), a primeira picape média nacional; em outubro chega a versão cabine estendida e o motor Maxion HST 2.5 turbodiesel.
1996 – É apresentada a S10 Cabine Estendida e a opção de motorização 4.3 V6.
1998 – A linha passou a oferecer opção de cabine dupla e tração 4×4.
1999 – A primeira alteração de estilo, concentrada na parte dianteira, com novos para-choque e grade; o modelo ganha também uma versão de luxo, batizada de Executive.
2000 – A S10 turbodisel passa a adotar o motor MWM Sprint 2.8; seis meses depois chega a série especial S10 Barretos, em homenagem ao maior rodeio do país.
2001 – Estreia a nova linha, com evoluções na dianteira, no interior e na motorização –o propulsor 2.2 é substituído por um 2.4.
2006 – Picape da Chevrolet disputa pela primeira vez o Campeonato mundial de Cross Country e conquista seu quinto título no Rally Internacional dos Sertões.
2007 – O motor 2.4 passou por evoluções e tornou-se flexível, que representou um verdadeiro marco tecnológico para a categoria.
2009 – A S10 passa por mais uma atualização visual, com mudanças na parte externa e interna do veículo.
2012 – Chega ao mercado a nova geração da S10; projetada e desenvolvida no Brasil também para outros mercados, modelo estreia como nova referência no segmento de picapes médias. Para equipar o veículo, foi criado um novo motor 2.8 Turbodiesel.
2013 – Motor 2.8 Turbodiesel e a transmissão (agora de seis marchas) receberam importantes melhorias técnicas, que possibilitaram um expressivo ganho de desempenho. Com isso, a potência pulou de 180 cv para 200 cv. Outra novidade é a oferta do sistema multimídia MyLink.
2014 – Picape da Chevrolet ganhou mais uma opção de motorização flex, o 2.5 Ecotec com injeção direta de combustível e 206 cavalos, e novo ajuste da suspensão, além de melhorias de acabamento e isolamento acústico.
2016 – S10 ganha quatro versões: Advantage, Freeride, Chassis Cab e a luxuosa High Country. Elas somam às conhecidas configurações LS, LT e LTZ, ampliando o leque de opções de acabamento do utilitário de maior sucesso do segmento.
2017 – Além de mudanças visuais e de acabamento, a Nova S10 estreia com importantes evoluções mecânicas e de conteúdos que a posicionam como a mais tecnológica do segmento. Suspensão e motor recalibrados, direção elétrica, alerta de permanência na faixa e OnStar são algumas das novidades.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Nissan Frontier bate recorde de participação de mercado no Brasil em fevereiro

Picape média teve 11,9% de participação de mercado no segmento A Nissan Frontier segue ace…