A Toyota do Brasil alcançou em 2016 sua melhor colocação no ranking nacional de vendas e a maior participação de mercado em toda a sua história de 59 anos no País. Com 180.406 unidades comercializadas e 8,8% de market share, a fabricante terminou o ano na 5ª posição do mercado e registrou crescimento de 2,6% nas vendas em comparação a 2015.
Ao longo de 2016, a Toyota do Brasil também obteve resultados recordes em produção e exportação.
“Estou muito satisfeito com o desempenho da Toyota do Brasil, apesar da queda significativa de todo o mercado nacional. Nossa inédita participação de mercado e o aumento no volume ano a ano foram conquistados devido ao trabalho duro e desempenho do nosso time brasileiro de fornecedores e concessionárias. Eu agradeço aos clientes pela preferência e lealdade. Eu quero destacar também as melhorias que atingimos em qualidade, produtividade, gerenciamento de custos e cadeia de valor, o que contribuiu para os níveis recordes de produção, exportações e de serviços ao cliente. Continuamos comprometidos com o crescimento sustentável da operação da Toyota no Brasil, como demonstrado pelo anúncio recente de investimentos para a expansão da nossa nova fábrica de motores em Por to Feliz e a atualização contínua de nossa linha de produtos”, diz Steve St.Angelo, CEO da Toyota para América Latina e Caribe e Chairman da Toyota do Brasil. 
Vendas no mercado nacional
O utilitário SW4 consolidou sua liderança na categoria de SUVs médios crescendo cerca de 40% em vendas em relação a 2015. Foram 12.175 unidades comercializadas, fechando uma participação de mercado de quase 53% no segmento.
Pela primeira vez, desde o início das vendas do modelo no Brasil, a Hilux tornou-se líder em todo o segmento de picapes médias, totalizando 33.969 unidades vendidas, cerca de 3,2% a mais que o total vendido em 2015.
 
O Etios manteve um bom desempenho e atingiu números recordes de produção desde que começou a ser fabricado e vendido no País, em 2012. Ao mercado nacional, foram destinadas 67.768 unidades. A evolução positiva da família Etios pode ser observada pelo aumento de market share deste produto. O modelo foi responsável por 5,8% de todas as vendas no segmento de hatches compactos (aumento de 1,6 pontos percentuais em relação a 2015). Já as vendas do Etios Sedã representaram 10,3% do total vendido na categoria de sedãs compactos (aumento de 1,1 pontos percentuais se comparado ao ano anterior).
 
O Corolla manteve liderança absoluta no segmento de sedãs médios. O modelo foi responsável por 48% das vendas totais na categoria. Foram 64.737 unidades comercializadas.
A Toyota foi uma das únicas fabricantes a atingir crescimento em 2016, um ano em que o mercado nacional recuou mais de 20%.
“A Toyota vem se consolidando, ao longo dos últimos seis anos, como um dos principais players do mercado brasileiro devido à sua competência tanto na força de vendas, como na produção e no atendimento diferenciado de pós-venda, resultando em um crescimento sustentável, mesmo em meio às dificuldades econômicas que o País atravessa”, diz Rafael Chang, presidente da Toyota do Brasil.
Híbridos
O híbrido Prius, que teve sua 4ª geração lançada no Brasil em junho de 2016, chegou à liderança do segmento de híbridos no País ao atingir 485 unidades vendidas no ano. Este total representa um aumento de aproximadamente 128% em relação a 2015. Desde que o modelo começou a ser vendido em território nacional, no início de 2013, foram vendidas 1.139 unidades.
 
Produção
A Toyota do Brasil encerrou o ano de 2016 com produção recorde de 175.901 unidades, um aumento de 1,1% em relação ao ano anterior.
O compacto Etios, fabricado na planta da Toyota em Sorocaba (SP), teve 93.598 unidades produzidas. O sedã médio Corolla registrou 82.303 veículos produzidos no período. 
Exportação
Em 2016, a Toyota do Brasil exportou 43.561 de seus veículos produzidos no Brasil para outros mercados da América Latina, desempenho 16% superior ao total registrado em 2015, com 37.496 unidades.
O grande destaque para a operação brasileira da Toyota no comércio internacional ao longo de 2016 foi o compacto Etios, nas carrocerias sedã e hatchback, que confirmou a boa aceitação nos seus mercados de destino (Argentina, Paraguai, Uruguai e Peru) e fechou o ano com aumento de 17,5% no total exportado, atingindo 26.424 unidades comercializadas entre os países vizinhos, contra 22.480 em 2015.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Suzuki Jimny vem com novidades na linha 2022

Disponível em quatro versões, SUV traz atualizações estéticas e mantém o mesmo DNA 4×…