Componente fundamental para reduzir as emissões de poluentes pelos veículos automotivos, o catalisador é desenvolvido para ter a mesma durabilidade do automóvel. Porém, de acordo com a Umicore, principal fabricante de catalisadores automotivos do País, é preciso realizar as revisões e manutenções do carro corretamente para que isso aconteça.
Algumas atitudes simples do motorista e do reparador podem ajudar, e muito, a manter a integridade da vida útil da peça e, consequentemente, proporcionar alguma economia ao dono do carro.
Usar combustível de qualidade
O catalisador pode ter a sua função comprometida pelo combustível de má qualidade. Isso ocorre porque o combustível adulterado não é 100% queimado na câmara de combustão. “Como o veículo não é preparado para trabalhar com essas substâncias indevidas, elas acabam chegando ao catalisador, alterando a superfície do componente e prejudicando a sua performance”, comenta Cláudio Furlan, gerente comercial da Umicore.
Realizar a troca do óleo dentro do prazo
Da mesma forma, substâncias derivadas da queima do lubrificante do motor podem se acumular no catalisador e comprometer o seu desempenho se o óleo e o filtro não forem trocados dentro do prazo correto. “Isso faz com que o catalisador seja contaminado por elementos como o fósforo, zinco, cálcio e magnésio, que se acumulam na camada catalítica, encobrindo os metais nobres, responsáveis por transformar até 98% dos gases nocivos em inofensivos”, diz Miguel Zoca, gerente de Aplicação do Produto da Umicore.
Inspecionar as velas de ignição
Peça responsável pela queima da mistura ar/combustível, a vela de ignição, quando desgastada, pode prejudicar outros componentes. Isso porque, a vela deixa de queimar completamente a gasolina ou o etanol, que atingem o catalisador. Como o componente trabalha em altas temperaturas, a parte cerâmica da peça acaba derretendo ao entrar em contato com as substâncias. “Como a inspeção da vela é um procedimento simples, é recomendado que o motorista priorize esse cuidado para evitar problemas como esse”, explicam os especialistas.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fórmula E: Di Grassi: “Somente com inovação e tecnologia alcançaremos um futuro com zero carbono”

Lucas Di Grassi, piloto da ABB FIA Fórmula E, tem um grande compromisso com o futuro do pl…