Home Notícias Projeto exige contratação de “cegonheiros” locais para compensar benefícios da indústria automobilística

Projeto exige contratação de “cegonheiros” locais para compensar benefícios da indústria automobilística

Comentários desativados em Projeto exige contratação de “cegonheiros” locais para compensar benefícios da indústria automobilística
Empresas da indústria automobilística beneficiárias de incentivos fiscais poderão ser obrigadas a reservar, no mínimo, 50% do total de veículos produzidos anualmente para serem transportados por “cegonheiros” com sede no mesmo local do parque industrial. É o que prevê o Projeto de Lei 6727/16, do deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE).
Pelo texto, a medida se aplica a montadoras beneficiadas por algum tipo de incentivo fiscal, tratamento tributário especial ou programa de financiamento e que contratem empresas de Transporte de Cargas (ETCs) ou Transportador Autônomo de Cargas (TAC) que operem caminhões-cegonha – veículo longo usado para o transporte de automóveis.
A reserva mínima de 50% deverá considerar cada etapa do processo de transporte de veículos novos: coleta de porto (fluvial, lacustre, marítimo ou seco), transferências, exportações e distribuição interna em cada região do território nacional, finalizando com entrega ao concessionário ou varejista.
As montadoras ficam desobrigadas de cumprir a cota mínima em dois casos: na ausência de transportadoras domiciliadas na unidade federativa; e quando existir preço melhor ou idêntico em relação ao ofertado no mercado nacional.

Pré-requisitos
A proposta ainda determina que cegonheiros em situação irregular não poderão ser beneficiados pela reserva mínima prevista. Pelo texto, não poderá ser beneficiado pela cota mínima o prestador de serviços de transporte intermunicipal, interestadual e internacional de veículos que: 
– esteja inscrito em dívida ativa; 
– esteja irregular com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS); 
– esteja irregular com o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); e
– tenha sido condenado em sentença transitada em julgado em razão de crime contra a ordem econômica e tributária.
“O projeto pretende garantir a livre concorrência e diminuição de custos no serviço de transporte intermunicipal, interestadual e internacional de veículos automotores novos”, disse. 
Fonte: Agência Câmara Notícias
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mitsubishi Lancer Evolution VI Tommi Mäkinen é leiloado no Reino Unido por 720 mil reais

Modelo foi o mais caro em leilão promovido pela marca no mês passado A Mitsubishi Motors d…