Home Notícias Teresina: trânsito na Avenida Henry Wall deve ser liberado nas duas vias em 60 dias

Teresina: trânsito na Avenida Henry Wall deve ser liberado nas duas vias em 60 dias

Comentários desativados em Teresina: trânsito na Avenida Henry Wall deve ser liberado nas duas vias em 60 dias
Em um prazo de aproximadamente 60 dias as duas vias da Avenida Henry Wall devem estar liberadas para a circulação de veículos. Isso é o que estima o superintendente Executivo da SDU Sul, Paulo Roberto. A via, localizada na zona Sul de Teresina, está sendo toda recuperada pela Prefeitura.
 
“A empresa responsável pela obra está trabalhando num ritmo bom, mas a questão é que essa é uma obra complicada mesmo. Não temos nenhuma via alternativa para desviar o tráfego de veículos, muitos deles caminhões pesados. Estamos trabalhando sem poder fechar o trânsito. Imagina fazer a reforma de uma casa com todos os moradores dentro dela? É a mesma coisa”, ressaltou Paulo Roberto.
 
Além da complexidade da obra, outros agravantes foram preponderantes no prolongamento do prazo de conclusão, como a necessidade de deslocamento da rede de fibras óticas e de abastamento de água da região. “Não podemos esquecer também que a avenida foi praticamente toda reconstruída. Em alguns trechos a via teve que ser elevada em até 80 centímetros para possibilitar a implantação dos bueiros”, disse.
 
Ao todo, estão sendo recuperados mais de três quilômetros de extensão. O investimento é de aproximadamente R$ 6,5 milhões, em recursos próprios do município.
 
Depois de pronta, a obra vai beneficiar moradores de bairros como Parque Piauí, Promorar, Areias, Angelim, Irmã Dulce, entre vários outros, além de municípios vizinhos.
 
Depois de liberado o trânsito na avenida, segundo informa o superintendente Executivo, a empresa continuará o trabalho para concluir detalhes como parte do canteiro central e iluminação.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Preço do etanol avança e ultrapassa R$ 5

Aumento de 3,77% no início de junho fez o combustível ser comercializado a R$ 5,004 nos po…