Home Notícias Toyota apresenta Mirai no Salão de Genebra

Toyota apresenta Mirai no Salão de Genebra

Comentários desativados em Toyota apresenta Mirai no Salão de Genebra
A Toyota preparou para a 85ª edição do Salão Internacional do Automóvel de Genebra, na Suíça, um palco para apresentar sua mais recente tecnologia em prol da mobilidade urbana, prestes a estrear no mercado europeu.
O evento, que ocorre até o dia 15 de março, marca a avant première do Mirai, o primeiro carro movido a hidrogênio, na Europa. O modelo é produzido em escala comercial no Japão desde dezembro de 2014, na planta da Toyota em Motomachi. As vendas no velho continente estão agendadas para o fim do verão, em meados de setembro.
Até o fim do próximo ano, a comercialização se restringirá a três destinos na Europa: Reino Unido, Dinamarca e Alemanha, com um volume anual de 50 carros em 2015 e 100 carros para 2016. Outros países passarão a receber unidades do modelo movido a hidrogênio a partir de 2017.
 
O Mirai sinaliza o início de uma nova era de veículos para a mobilidade global. Utilizando hidrogênio – uma importante fonte de energia para o futuro – como combustível para gerar eletricidade, o automóvel alcança superior desempenho em termos ambientais e conveniência, além de conceder uma ótima condução a baixíssimos níveis de ruído interno.
Funcionamento
O Mirai possui um motor elétrico, uma bateria, dois tanques de hidrogênio de alta pressão, com capacidade máxima de 70 Mpa, um conversor elevador de tensão, uma central de comando e a célula combustível a hidrogênio – uma estação localizada no centro do assoalho do veículo. É dentro desta estação onde ocorre a reação química para colocar o Mirai em movimento.
 
O veículo capta o oxigênio da atmosfera através de sua entrada de ar frontal e o leva até esta estação, para onde o hidrogênio contido nos dois tanques também é direcionado. Dentro dela, a célula combustível divide o hidrogênio em duas moléculas, gerando uma carga elétrica. Ao mesmo tempo, o oxigênio se une às células de hidrogênio, formando água. A energia elétrica é direcionada ao conversor, que alimenta o motor do Mirai, e a água é expelida pela válvula de escape. O motor também é alimentado diretamente pela bateria, recarregada por energia cinética gerada pela desaceleração e frenagem do automóvel.
O Mirai possui autonomia para rodar 650 km sem necessidade de reabastecimento.
Tecnologia híbrida
Durante o Salão de Genebra a Toyota também promoverá a celebração do sucesso de sua tecnologia híbrida de motores com a consolidação de seu lineup de modelos com este avançado powertrain. Em 2014, mais de 7,3 milhões de unidades de veículos híbridos da marca Toyota foram vendidas no mundo.
Com o lançamento da primeira geração do Prius em 1997, a Toyota já demonstrava ao mundo uma nova rota rumo à revolução no segmento automobilístico mundial.
Desde a década de 1960, a Toyota encarou o desafio de encontrar alternativas como fontes de energia para os motores dos veículos. A partir de 1990, a companhia iniciou testes em larga escala em modelos já desenvolvidos na sua base de engenharia.
 
Em 1992, a Toyota firmou o compromisso em construir carros mais seguros e cada vez mais viáveis para o desenvolvimento sustentável do planeta. Um ano depois, a política adotada foi combinada a um conjunto de ações que concedeu as diretrizes para a Toyota criar o seu Plano de Ação Ambiental.
Foram essas iniciativas que deram início ao caminho para o desenvolvimento tecnológico no qual a empresa incorporou perenemente, a fim de seguir na busca pela mobilidade sustentável, com a criação de novos modelos cada vez mais limpos e amigos do meio ambiente, tal como o Mirai.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Fiat apresenta a joia de seu portfólio totalmente eletrificada: o 500e

Em sua terceira geração, o modelo ganhou nova plataforma e está completamente renovado Um …