Para se beneficiar do crescimento dos mercados na Europa e atender a demanda de seus clientes, a PSA Peugeot Citroën anunciou um aumento de produção na maioria de suas fábricas europeias. Mais de 60 mil veículos suplementares serão produzidos até o final de agosto de 2015, ou seja, um aumento de 10% em relação aos volumes inicialmente previstos para o período.
 
As três marcas – Peugeot, Citroën e DS – serão beneficiadas por este aumento dos volumes. Por exemplo, a produção do Citroën C4 Cactus fabricado em Madri, que totaliza mais de 30 mil pedidos desde o mês de janeiro, terá um aumento de 9 mil veículos no período. 
Os veículos da Peugeot também terão um aumento em seu volume de produção, especialmente os modelos 208, 2008 e 308 – incluindo a versão SW.
 
 
Os volumes do DS 3 produzido em Poissy também serão revistos para mais, assim como toda a linha de veículos utilitários do Grupo – um segmento no qual a Peugeot é líder.
 
Este aumento da produção provoca igualmente um crescimento da atividade nas fábricas francesas de motores e de caixas de câmbio do Grupo, assim como nas fundições e nas redes comerciais. Os fornecedores e todo o setor automotivo também serão beneficiados por essa conjuntura promissora.
 
Nas unidades industriais europeias da PSA Peugeot Citroën implicadas no processo, o aumento da produção vai requerer uma mudança das horas trabalhadas, ou mesmo, em alguns casos, a criação pontual de turnos suplementares e a contratação de trabalhadores temporários.
 
A flexibilidade prevista nos acordos assinados pela PSA Peugeot Citroën com seus parceiros sociais, na França (Novo Contrato Social assinado em 2013) e nos outros países da Europa, oferece a possibilidade de adaptar-se rapidamente às variações da demanda. Esses acordos permitem conciliar imperativos de competitividade das unidades industriais e preservar os principais interesses dos funcionários.
 
Denis Martin, Diretor Europa do Grupo PSA, declarou: “O crescimento do mercado europeu representa uma excelente notícia para todo o setor automotivo: unidades industriais, redes comerciais e fornecedores. É um verdadeiro efeito turbo para o desempenho da PSA: uma evolução positiva do mercado, como esta que vemos atualmente, nos permite reforçar a execução do plano ‘Back in the Race’, construído a partir da hipótese de um mercado neutro.  Com o apoio de nossos fornecedores, e graças aos acordos de flexibilidade assinados com nossos parceiros sociais, mobilizamos toda nossa energia para satisfazer a demanda de nossos clientes”.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Mercedes-Benz do Brasil é premiada por iniciativas de diversidade

Seguindo estratégia global da Daimler, Companhia valoriza as diferenças e fortalece a cult…