A Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA) homologou o resultado da licitação para contratação da empresa responsável pela execução das obras de construção da ponte da avenida Gil Martins.
 
A concorrência foi realizada pela Central de Licitações OBRAS I (CPL/OBRAS I), através do modelo de Regime Diferenciado de Contratações (RDC),  tendo como vencedora do certame a empresa do Rio Grande do Norte – Construtora A. Gaspar S/A.
 
O valor licitado foi de R$ 66.131.914,11, com recursos do PAC Mobilidade Urbana Grandes Cidades. A empresa vencedora terá um prazo de quinze meses, a partir do recebimento da ordem de serviço, para execução das obras.
 
A obra faz parte de um conjunto de ações planejadas pela Prefeitura de Teresina na área de mobilidade urbana. A ponte fará a interligação das zonas Sul e Sudeste da capital, interligando as avenidas Gil Martins e avenida Francisco de Almeida Neto, melhorando o acesso às duas regiões e desafogando o trânsito, principalmente das pontes Wall Ferraz e Tancredo Neves.
 
A ponte será de estrutura mista, metálica com concreto armado, vai ter aproximadamente 320 metros de comprimento, 26 metros de largura com duas pistas de rolamento, contendo três faixas, ciclovia e passagem para pedestres. 
 
Os acessos à nova ponte também recebem uma atenção especial. A avenida Cajuína será ampliada, iniciando na rotatória da Ponte Wall Ferraz, finalizando no prolongamento da Avenida José Francisco de Almeida Neto, margeando o Rio Poty, funcionando como dique de proteção para resolver problemas críticos de inundações no bairro São Raimundo. 
 
 A avenida Cajuína vai ter vias de 44,80m de largura, três faixas em duplo sentido, um calçadão de seis metros para caminhada e ciclovia. Já a avenida Gil Martins será ligada à nova ponte por uma via de 32 metros de largura, com três faixas de duplo sentido e ciclofaixa. 
 
Segundo o presidente da CPL/OBRAS I, Daniel Gonçalves essa será uma das principais obras realizadas pela Prefeitura de Teresina com objetivo de melhorar a mobilidade urbana da capital.
 
"Esta grandiosa obra é de fundamental importância para melhorar a mobilidade urbana das regiões atendidas, permitindo um significativo aperfeiçoamento no trânsito da capital", afirmou Daniel Gonçalves.
Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

IMSA: Derani vai em busca de mais um pódio neste domingo em Mid-Ohio

Brasileiro destaca características difíceis do traçado, mas segue confiante e embalado, ap…