Gol 1.6 Total Flex, apresentado em março de 2003, foi o primeiro automóvel do Brasil capaz de rodar com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção.

A Volkswagen está comemorando o 15° aniversário do lançamento do primeiro modelo no Brasil capaz de rodar com gasolina, etanol ou a mistura dos dois combustíveis em qualquer proporção. A tecnologia Total Flex estreou no País no dia 23 de março de 2003 no Gol Power 1.6.

“A marca Volkswagen comemora em 2018 seus 65 anos de atividades no Brasil. Nesse tempo, a marca foi e continua sendo protagonista de muitas tecnologias e inovações. Um exemplo é o Total Flex, tecnologia bicombustível lançada pela Volkswagen e que está completando 15 anos agora em março. De lá para cá foram cerca de 6 milhões 700 mil carros produzidos com essa tecnologia pela Volkswagen. Assim como a Volkswagen, esse sistema é algo que hoje é parte integrante da vida dos brasileiros”, afirma Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen Região América do Sul e Brasil

Essa tecnologia proporcionou ao consumidor brasileiro a liberdade de escolha e a possibilidade de optar pelo combustível mais econômico. O Total Flex foi inteiramente desenvolvido no Brasil e é reconhecido internacionalmente como exemplo de contribuição da indústria automobilística brasileira à sustentabilidade e à preservação ambiental.

Desde o lançamento do primeiro modelo Total Flex, a Volkswagen do Brasil já comercializou 6.673.709 veículos flexíveis (dados acumulados de março de 2003 a fevereiro de 2018). A gama atual de motores aspirados Total Flex inclui versões com 1,0l (com até 82 cv) e duas opções 1,6l (com até 104 cv e 120 cv). Além desses, há três configurações TSI (Turbocompressor e injeção direta de combustível) com essa tecnologia: dois 1.0l (de 105 cv a 128 cv e um 1.4 (de até 150 cv).

Vale destacar que, ao longo desses 15 anos, a Volkswagen promoveu uma série de melhorias em seus motores, incluindo os que utilizam a tecnologia Total Flex. O resultado são motores cada vez mais modernos, que combinam bom desempenho com baixo consumo de combustível.

Sucesso imediato

Desde que foi lançada, em março de 2003, a tecnologia Total Flex teve sucesso imediato e, sete meses depois, mais um marco na história da indústria nacional: a Volkswagen lançou em outubro de 2003 o Fox 1.0 Total Flex, primeiro motor 1.0l do mercado nacional com essa tecnologia.

Três anos depois de chegar ao mercado, a tecnologia Total Flex já alcançava a marca dos 500 mil veículos comercializados no Brasil, marco atingido em março de 2006. Já no ano seguinte, em maio de 2007, a Volkswagen comemorava o recorde de 1 milhão de veículos Total Flex vendidos.

A marca do segundo milhão de modelos flexíveis comercializados no País foi registrada em fevereiro de 2009. Em agosto de 2010, a Volkswagen celebrou as 3 milhões de unidades com motores Total Flex vendidas no Brasil, e, em janeiro de 2012, chegou às 4 milhões de unidades. O marco de 5 milhões foi atingido em julho de 2013 e, em junho de 2015, a Volkswagen registrou a venda do veículo Total Flex de número 6 milhões no País.

Eficiência energética

Além de robustez, tecnologia e prazer ao dirigir, o baixo consumo de combustível sempre foi uma das premissas no desenvolvimento dos motores da Volkswagen. E a busca por oferecer motores cada vez mais eficientes é contínua. Com o Total Flex não é diferente.

Quando foi lançado em março de 2003, o Gol 1.6 Total Flex já era considerado um dos modelos mais econômicos da categoria. Em 2004, o modelo passou a contar com o mesmo propulsor 1.0 Total Flex do Fox. Corrigindo os valores de acordo com as normas atuais do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), o Gol 1.0 Total Flex 2004 teria consumo combinado (estrada/cidade) com gasolina (E22) na ordem de 11,3 km/l.

Em 2012, o Gol 1.0 Total Flex passou a contar com o motor 1.0 TEC, com uma série de melhorias e inovações. Considerando o mesmo fator de correção do Inmetro, o Gol 1.0 2012 apresentaria consumo combinado de 12,1 km/l – ou seja, melhoria de 7% em relação ao modelo de 2004.

Mas a Volkswagen não parou de inovar. Atualmente, o Gol é comercializado com o motor 1.0 de três cilindros, da Família EA211. Esse modelo apresenta consumo combinado de 13,9 km/l, ou seja, 15% melhor do que o Gol em 2012 e impressionantes 23% mais econômico do que o Gol 1.0 Total Flex 2004.

Evolução das vendas dos modelos Total Flex – cronologia

• Março de 2006 – 500.000 de unidades vendidas
• Maio de 2007 – 1.000.000 de unidades vendidas
• Fevereiro de 2009 – 2.000.000 de unidades vendidas
• Agosto de 2010 – 3.000.000 de unidades vendidas
• Janeiro de 2012 – 4.000.000 de unidades vendidas
• Julho de 2013 – 5. 000.000 de unidades vendidas
• Junho de 2015 – 6.000.000 de unidades vendidas

Artigos Relacionados
Leia mais em Notícias
Comentários estão fechados

Veja também

Você sabe qual a melhor maneira de transportar seu cachorro em viagens?

*Por René Rodrigues Júnior Dezembro é o mês das festas, das confraternizações, do verão e …